Questões

Total de Questões Encontradas: 40

Dentre as diferenças cruciais entre o modelo tradicional de uso de bancos de dados OLTP (Online Transaction Processing) e o modelo voltado para Data Warehousing (DW) está
A
o nível de armazenamento de dados, muito mais sumarizado no caso de DW.
B
a quantidade de cláusulas JOIN, utilizadas em maior número para DW.
C
a necessidade de normalização para as bases OLAP, o que não é necessário em OLTP.
D
a utilização de dados derivados e agregados em OLTP, o que não ocorre no ambiente de DW.
E
o número de índices necessários, muito maior no caso de DW. 
O banco de dados Oracle possui características especiais para trabalhar com Data Warehouse. A cláusula  ......  permite que sejam especificadas fórmulas complexas ao mesmo tempo que traz a facilidade de não serem necessárias a utilização de múltiplas cláusulas JOIN e UNION. Ela suporta queries OLAP, como compartilhamento de períodos de comparação e também provê blocos de construção para orçamentos, previsões e aplicações estatísticas.

A lacuna é preenchida corretamente com
A
UPSERT
B
MODEL
C
REGION
D
CUBE
E
PARTITION
Em GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos), a tecnologia, também conhecida como Gerenciamento Corporativo de Relatórios, que possibilita que os relatórios sejam gerados e gerenciados na forma digital, na qual também é possível efetuar anotações sobre estes relatórios sem afetar o documento original, é chamada de
A
Document Imaging.
B
RIM.
C
Workflow.
D
COLD/ERM.
E
Forms Processing.
Localização refere-se ao fato de uma aplicação respeitar as preferências culturais sobre alfabetos, classificação, formatação de números etc. PostgreSQL usa o padrão ISO C e POSIX fornecidos pelo sistema operacional do servidor para aplicar as regras de localização. O suporte à localização é automaticamente inicializado quando um cluster de banco de dados é criado usando o comando
A
create cluster.
B
create database.
C
initdb.
D
ccluster.
E
locale init.
Em PostgreSQL, se uma função de um gatilho (trigger) executar comandos SQL, existe a possibilidade destes comandos também executarem outros gatilhos. Este processo é conhecido como
A
cascading triggers.
B
recursive triggers.
C
sub-triggers.
D
indented triggers.
E
multi-trigger.
Em PL/SQL operações lógicas podem ser efetuadas com os operadores OR, AND e NOT. Considere operações lógicas, abaixo.

I. FALSE AND NULL
II. TRUE AND NULL

Essas operações resultarão, respectivamente, em
A
FALSE e FALSE.
B
FALSE e TRUE.
C
NULL e NULL.
D
NULL e TRUE.
E
FALSE e NULL. 
Os comandos em PL/SQL utilizados para remover todas as linhas de uma tabela, remover linhas de uma tabela com a possibilidade de utilização de um critério para a seleção das linhas que serão removidas e remover uma tabela de um banco de dados são, respectivamente,
A
DELETE, ERASE, TRUNCATE.
B
TRUNCATE, DELETE, DROP.
C
ERASE, TRUNCATE, DELETE.
D
DROP, TRUNCATE, ERASE.
E
DELETE, DROP, ERASE.
O comando em SQL capaz de serializar dados de uma tabela para um arquivo em disco, ou efetuar a operação contrária, transferindo dados de um arquivo em disco para uma tabela de um banco de dados, é o comando
A
COPY.
B
TRANSFER.
C
SERIALIZE.
D
FILE TRANSFER.
E
EXPORT.
Considere o trecho em PostgreSQL abaixo.

INSERT INTO products (product_no, name, price) VALUES (1, 'Cheese', 9.99),(2,'Bread',1.99), (3,'Milk', 2.99);

Considerando a existência prévia da tabela products contendo as colunas product_no, name e price, e desconsiderando os tipos de dados, esse trecho irá resultar
A
na adição de 3 novas colunas na tabela products.
B
na adição de 3 novas linhas na tabela products.
C
em erro, pois não é possível múltiplas inserções em um único comando SQL.
D
em erro, pois para se realizar múltiplas inserções é necessário a utilização da cláusula SELECT.
E
em erro, pois múltiplas inserções são possíveis somente com a utilização de colchetes para a limitação dos registros. 
Considere o trecho do comando em SQL abaixo. 
Imagem da Questão
Este comando é utilizado para a criação de um mapeamento do usuário para
A
um trecho de pesquisa específico.
B
uma tabela remota.
C
um banco de dados do tipo cluster.
D
uma visualização (VIEW).
E
um servidor estrangeiro (foreign server).
Página 1 de 4