Questões

Total de Questões Encontradas: 60

De acordo com a Resolução 49 do Conselho Nacional de Justiça, as informações estatísticas produzidas pelos Tribunais devem ser reunidas e supervisionadas
A
pelo Superior Tribunal de Justiça.
B
pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias.
C
pelo Sistema de Estatística do Poder Judiciário.
D
pelo Supremo Tribunal Federal.
E
pela Comissão de Estatística e Gestão Estratégica
Com relação à classificação dos indicadores de gestão, considere as afirmativas abaixo.  

 I. Indicadores de produtividade permitem medir a eficiência na aplicação dos recursos para a geração de bens e serviços.  
 II. Indicadores de qualidade visam aperfeiçoar processos e expressam a eficácia na obtenção da conformidade do produto e do processo.  
 III. Indicadores de desempenho são fundamentais para as organizações contemporâneas.  
 IV. Indicadores de resultados são utilizados na monitoração do grau de sucesso dos objetivos persegui- dos, que dependem exclusivamente das competências da empresa, visto não serem influenciados por fatores externos.  
 V. Indicadores que não espelhem esforços e metas dos programas internos de melhorias dizem muito pouco à organização.

Está correto o que se afirma APENAS em 
A
I, II, III e V.
B
II, III e IV.
C
I e V.
D
II, IV e V.
E
I, III, IV e V
Em organizações complexas, na implantação de mudanças nos objetivos estratégicos em cenários de incerteza, a função de direção deve enfatizar 
A
a emissão de ordens claras e válidas para o longo prazo.
B
a competição entre os setores operacionais.
C
a motivação dos quadros funcionais para a realização das atividades rotineiras.
D
o exercício da liderança e a coordenação dos setores da organização para a mudança. 
E
a prevalência dos procedimentos sobre a liderança.
Na aplicação do método do Balanced Scorecard ao planejamento estratégico do Poder Judiciário é essencial
A
definir limites de gastos com as reformas previstas nos planejamentos estratégicos setoriais.
B
identificar os processos internos críticos para a realização das necessidades dos cidadãos que acessam a Justiça.
C
definir a missão da Justiça com base na perspectiva do conjunto dos funcionários. 
D
subordinar o acesso aos serviços judiciários ao cálculo de custo unitário dos procedimentos. 
E
estabelecer procedimentos que não precisam seguir a legislação.
Quando uma autoridade tem competência para editar um determinado ato e pratica-o, mas, nessa operação, afasta-se do fim colimado para perseguir finalidade diversa da visada, configura um caso de 
A
desvio de poder. 
B
incúria administrativa grave.
C
nepotismo.
D
clientelismo.
E
omissão. 
A definição da visão da organização no planejamento estratégico
A
só vale para o curto prazo da organização.
B
configura uma etapa desvinculada da definição da missão da organização.
C
implica necessariamente uma crítica da situação atual da organização.
D
representa aquilo que a organização quer ser num futuro previsível.
E
é um instrumento da reengenharia organizacional.
A Lei de Diretrizes Orçamentárias tem como objetivo precípuo
A
definir metas gerais que devem ser incorporadas aos orçamentos dos anos seguintes.
B
definir metas e prioridades da administração pública federal que devem ser incorporadas pela LOA.
C
revisar a cada cinco anos as diretrizes gerais do governo que devem ser incorporadas aos Planos Plurianuais.
D
limitar os gastos com pessoal e custeio da máquina de acordo com tetos estabelecidos a cada cinco anos.
E
reduzir a descontinuidade do planejamento público, impondo a cooperação entre governos. 
O Decreto-Lei no 200/1967 estabelece como principal medida
A
o aumento da formalização na tramitação dos processos governamentais, visando a maior impessoalidade na administração pública federal.
B
a indicação de profissionais do mercado para melhorar o padrão gerencial da administração pública estadual. 
C
a redução dos níveis hierárquicos, visando transferir o poder para os escalões inferiores da administração pública federal.
D
a descentralização das atividades-meio, objetivando reduzir o viés autoritário da administração pública federal.
E
a desconcentração administrativa, distinguindo as atividades de direção das de execução.
O principal instrumento para a implantação do Planejamento Estratégico no âmbito do Poder Judiciário, ao qual se refere a Resolução 70 do Conselho Nacional da Justiça, é a 
A
definição da visão do Poder Judiciário segundo o Plano Estratégico Estadual.
B
agilização dos trâmites judiciais e administrativos.
C
definição de pelo menos um indicador de resultado para cada objetivo estratégico.
D
definição de metas de longo prazo associadas à missão do Poder Judiciário, segundo o Plano Estratégico Nacional.
E
motivação dos magistrados a implantar os objetivos centrais do Poder Judiciário, segundo a definição do Poder Executivo.
O modelo de administração gerencial no Brasil
A
foi introduzido pelo Decreto-Lei no 200/1967, visando profissionalizar a administração federal, reduzindo o nível de autonomia das empresas e autarquias e implantando o Orçamento de Base Zero.
B
foi implementado com a criação do Departamento de Administração do Serviço Público (DASP), em 1936, tendo por meta flexibilizar as funções gerenciais nas autarquias federais.
C
teve seu auge na segunda metade dos anos 1990, visando ao processo de fortalecimento da responsabilização e autonomia dos níveis gerenciais e tentando implantar a gestão por resultados na administração federal.
D
foi um movimento político iniciado no fim dos anos 1980 orientado para a privatização das políticas sociais e fortalecimento dos controles externos formais da administração federal.
E
foi introduzido no Brasil através do Programa Nacional de Desburocratização, tendo como meta extinguir a burocracia formal e implantar a burocracia gerencial, voltada exclusivamente para os processos.
Página 1 de 6