Questões

Total de Questões Encontradas: 24

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O segmento do texto 1 em que a conjunção E une termos que, no contexto, podem ser vistos como redundantes é:
A
“conservação e higiene são peças de ficção”;
B
“melhorar as condições de detentos e internos”;
C
“o sistema penitenciário e a rede de instituições do ECA”;
D
“Preservar o paternalismo e a esquizofrenia”;
E
“Estatuto da Criança e do Adolescente”.
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Nos pares abaixo, o adjetivo que NÃO pode ser classificado entre os adjetivos de relação é:
A
maioridade penal; 
B
violência sexual;
C
reforma geral;
D
más condições;
E
sistema penitenciário. 
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
“Preservar o paternalismo e a esquizofrenia do ECA equivale a ficar paralisado diante de um falso impasse”. A afirmativa correta sobre um dos componentes desse segmento do texto 1 é: 
A
o adjetivo “falso” indica uma opinião do autor; 
B
a conjunção E está unindo dois termos sinônimos; 
C
a forma verbal “equivale” deveria ser substituída por “equivalem”; 
D
o adjetivo “paralisado” está no masculino porque concorda com “autor”; 
E
a forma “do”, antes de ECA, deveria perder o artigo, já que uma sigla não tem gênero. 
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
“...seria contraproducente enviar jovens delinquentes a presídios”; se desenvolvermos a oração reduzida desse segmento do texto 1, a forma adequada seria:
A
que se enviasse jovens delinquentes a presídios;
B
que se enviem jovens delinquentes a presídios;
C
que se enviassem jovens delinquentes a presídios;
D
que enviemos jovens delinquentes a presídios;
E
que se envie jovens delinquentes a presídios. 
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O autor do texto fala do paternalismo e da esquizofrenia do ECA; no texto 1, o termo sublinhado se refere a(à):
A
distúrbios mentais graves;
B
dissociação das funções psíquicas;
C
perda de contato com a realidade;
D
problemas de afetividade;
E
hipocondria e regressão.
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Diante do leitor, a voz do autor do texto 1 é:
A
autoritária, pois mostra suas opiniões como certezas;
B
politicamente aliciadora, pois tenta convencer por meio de falácias argumentativas;
C
intimidadora, pois desconsidera intelectualmente os que participam de sua opinião;
D
sedutora, pois tenta manipular argumentos para que os leitores possam ficar convencidos;
E
pouco efetiva, pois o texto carece de conclusão que indique solução para o problema levantado. 
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
A passagem do texto 1 em que o termo sublinhado tem uma forma equivalente corretamente indicada é:
A
“Nunca, no entanto, como argumento para combater a adequação da legislação...” / no entretanto;
B
Assim como os presídios, os centros não regeneram”. / Desse modo;
C
“...reproduzem-se as mesmas mazelas dos presídios para adultos:...” / em relação a;
D
“...superpopulação, maus-tratos, desprezo por ações de educação, ...” / em função de;
E
“Muitos são, de fato, e também a exemplo das carceragens para adultos...” / na verdade.
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
“Esta é uma questão que precisa ser tratada no âmbito de uma reforma geral da política penitenciária, aí incluída a melhoria das condições socioeducativas para os menores de idade”.

A afirmação correta sobre o termo “aí” é:
A
indica o local da reforma geral onde deve ser incluída a melhoria pretendida;
B
refere-se ao termo “reforma geral da política penitenciária”, de forma a retomá-lo na frase seguinte;
C
é um termo anafórico, substituindo o termo “questão”, citado anteriormente no mesmo segmento;
D
funciona como um conectivo de forma coloquial, correspondendo à conjunção aditiva E;
E
mostra uma indicação de tempo, referindo-se ao momento da produção da reforma geral.
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
“...que seria contraproducente enviar jovens delinquentes, supostamente ainda sem formação criminal consolidada, a presídios onde, ali sim, estariam expostos ao assédio das facções”. Nesse segmento do texto 1, a forma sublinhada indica:
A
uma reafirmação de algo dito anteriormente;
B
uma retificação de erro cometido pelo autor;
C
uma observação enfática sobre um ponto argumentativo;
D
uma oposição a outra opinião contrária;
E
uma ironia sobre declarações do ECA. 
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TCM-SP Prova: Agente de Fiscalização - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Em algumas passagens do texto 1 o autor emprega construções com voz passiva, o que traz a vantagem de omitir-se o agente da ação; a frase abaixo que NÃO exemplifica essa estratégia, por não estar na voz passiva, é:
A
“...graças a uma legislação paternalista, estão a salvo de serem punidos pelas ações que praticam”;
B
“...em 70% delas, não se separam os adolescentes pelo porte físico, porta aberta para a violência sexual”;
C
“Nas unidades de internação de menores infratores reproduzem-se as mesmas mazelas dos presídios...”;
D
“A realidade mostra que as ações para melhorar as condições de detentos e internos são indistintamente inexistentes”;
E
“Esta é uma questão que precisa ser tratada no âmbito de uma reforma geral da política penitenciária...”. 
Página 1 de 3