Questões

Total de Questões Encontradas: 10

Considere o MR-MPS-SW (agosto de 2012) e o nível de maturidade G (parcialmente gerenciado) que é composto também pelo processo Gerência de Projetos. Nesse contexto, o propósito do processo Gerência de Projetos é
A
assegurar que os produtos de trabalho e a execução dos processos estejam em conformidade com os planos, procedimentos e padrões estabelecidos.
B
estabelecer e manter a integridade de todos os produtos de trabalho de um processo ou projeto e disponibilizá-los a todos os envolvidos.
C
gerenciar os requisitos do produto e dos componentes do produto do projeto e identificar inconsistências entre os requisitos, os planos do projeto e os produtos de trabalho do projeto.
D
gerenciar a aquisição de produtos que satisfaçam às necessidades expressas pelo adquirente.
E
estabelecer e manter planos que definem as atividades, recursos e responsabilidades do projeto, bem como prover informações sobre o andamento do projeto que permitam a realização de correções quando houver desvios significativos no desempenho do projeto.
Considere o CMMI-DEV, V1.3, e a prática genérica Atribuir Responsabilidade, que significa atribuir responsabilidade e autoridade para execução do processo, desenvolvimento dos produtos de trabalho e fornecimento dos serviços do processo. O objetivo dessa prática genérica é assegurar que exista responsabilidade para executar o processo e alcançar os resultados previstos durante toda a vida útil do processo. As pessoas designadas devem ter a autoridade apropriada para executar as responsabilidades atribuídas.

São subpráticas dessa prática genérica atribuir

I. a responsabilidade global e a autoridade para execução do processo.
II. responsabilidades e autoridade para a execução das tarefas específicas do processo.
III. as responsabilidades e autoridades às pessoas com base nas melhores práticas de gestão, independentemente de seu aceite e compreensão.

Está correto o que consta APENAS em
A
II.
B
I e II.
C
I e III.
D
II e III.
E
I.
No PMBoK 5a edição, à exceção dos grupos de processo Iniciação e Encerramento, os demais grupos estabelecidos são:
A
Gerenciamento do Risco; Gerenciamento do Escopo; Execução.
B
Execução; Monitoramento e Controle; Planejamento.
C
Gerenciamento da Integração; Execução; Gerenciamento do Custo. 
D
Planejamento; Gerenciamento do Risco; Monitoramento e Controle. 
E
Monitoramento e Controle; Gerenciamento da Comunicação; Execução. 
Analisando as distribuições dos processos ITIL v3 atualizada em 2011, Marta, técnica de TI do Tribunal, verificou corretamente que os processos Gerenciamento de Mudança, Gerenciamento de Evento e Gerenciamento de Segurança da Informação são estabelecidos, respectivamente, nas seguintes fases do Ciclo de Vida de Serviço: 
A
Transição de Serviço; Operação de Serviço; Desenho de Serviço.
B
Desenho de Serviço; Estratégia de Serviço; Operação de Serviço. 
C
Melhoria Contínua de Serviço; Transição de Serviço; Operação de Serviço. 
D
Operação de Serviço; Desenho de Serviço; Estratégia de Serviço. 
E
Estratégia de Serviço; Operação de Serviço; Melhoria Contínua de Serviço. 
O Modelo Balanced Scorecard – BSC, em sua visão geral, estabelece perspectivas, que foram propostas para facilitar o entendimento da estratégia por toda a organização. Dentre tais perspectivas, NÃO se enquadra a 
A
dos processos internos.
B
financeira. 
C
do cliente. 
D
da competitividade. 
E
do aprendizado e do crescimento. 
De acordo com os aprimoradores do conceito de Balanced Scorecard – BSC, são definidos quatro processos gerenciais para sua implementação EXCETO: 
A
Feedback e aprendizado. 
B
Tradução da visão. 
C
Comunicação e ligação. 
D
Especificação de requisitos de negócio. 
E
Planejamento do negócio. 
Estudando o COBIT 5, Sílvio, técnico de TI do Tribunal, percebeu, corretamente, que o nível mais alto de capacidade estabelecido no Modelo de Capacidade de Processo do COBIT 5, é o Processo 
A
Estabelecido.
B
Previsível. 
C
Otimizado. 
D
Gerenciado. 
E
Executado. 
São princípios estabelecidos na NBR ISO/IEC 38500:2009:  
A
Satisfação, Desempenho e Comportamento Humano. 
B
Comportamento Humano, Liberdade e Estratégia. 
C
Direitos, Deveres e Compulsoriedade. 
D
Responsabilidade, Aquisição e Conformidade. 
E
Estratégia, Direitos Humanos e Cumplicidade. 
Na NBR ISO/IEC 38500:2009, o Modelo para Governança Corporativa de TI trata do ciclo composto de 
A
Normatizar, Investir e Monitorar.
B
Gerenciar, Avaliar e Corrigir.
C
Vender, Comprar e Investir. 
D
Verificar, Gerenciar e Administrar. 
E
Avaliar, Dirigir e Monitorar.
Eliana, técnica de TI do Tribunal, pretende se informar sobre o COBIT 5 a fim de participar conscientemente da Implementação de Governança e Gestão de TI naquele órgão. Desta forma, ao estudar as sete fases do Ciclo de Vida da Implementação do COBIT, ela percebeu, corretamente, que as três seguintes perguntas:  

         I. Onde estamos agora?  
         II. O que precisa ser feito?  
         III. Como mantemos essa dinâmica?

correspondem, respectivamente, às fases:
A
Executar o plano; Analisar a eficácia; Iniciar o programa.
B
Definir problemas e oportunidades; Planejar o programa; Analisar a eficácia.
C
Iniciar o programa; Executar o plano; Definir o guia de implementação.
D
Realizar benefícios; Executar o Plano; Analisar a eficácia.
E
Planejar o programa; Definir problemas e oportunidades; Realizar benefícios.
Página 1 de 1