Questões

Total de Questões Encontradas: 37

Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Em servidor Web, Apache, para melhorar o desempenho e a performance em que o servidor não precise verificar em cada diretório a existência de um arquivo .htaccess, a diretiva que podemos usar é: 
A
AllowOverride all  
B
AllowOverride Deny  
C
AllowOverride none  
D
AllowOverride Allow 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
No gerenciamento de processos, operações ligadas ao I/O aguardam que uma determinada operação de I/O seja finalizada, com isso o processo entra em um estado em que não pode ser morto, para que não haja inconsistências. Pode-se ainda identificá-lo através do comando top na coluna status.

Este estado é:
A
TASK_ZOMBIE  
B
TASK_STOPPED  
C
TASK_INTERRUPTIBLE 
D
TASK_UNINTERRUPTIBLE 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
No postfix, para melhor segurança, pode-se implementar o método de autenticação SMTP, o qual requer que clientes de e-mail enviem um nome de usuário e uma senha ao servidor SMTP durante o diálogo SMTP, e, se a autenticação foi bem-sucedida, eles poderão começar a retransmitir.

No arquivo de configuração que controla o daemon do postfix, o parâmetro que deve ser alterado para que o mecanismo de autenticação seja habilitado é:
A
smtpd_tls = yes  
B
smtpd_sasl_auth_enable = yes  
C
smtpd_client_auth_connect = yes 
D
smtpd_sasl_security_options = yes
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Observe o comando abaixo:

PowerEdge-2850:~$ ps l  
F   UID   PID  PPID PRI  NI    VSZ   RSS WCHAN  STAT TTY        TIME COMMAND  
0  1000  3870  3860  20   0   8568  3236 wait   Ss   pts/1                  0:00 bash  
0  1000  4024  3870  20   0   2272   556 wait    S     pts/1                  0:00 sh  
0  1000  4025  4024  20   0   8568  3232 wait   S     pts/1                  0:00 bash  
0  1000  4043  4025  20   0   6500   768 -         R+   pts/1                 0:00 ps 1
PowerEdge-2850:~$


Considere as afirmativas sobre a saída do comando e assinale a opção que contém as corretas.
  1. todos os processos estão sendo rodados por um mesmo usuário
  2. um dos processos ocupa há mais tempo a CPU
  3. os processos “bash” possuem processos pai diferentes
  4. todos têm a mesma prioridade
  5. todos os processos estão esperando execução de outros processo 
A
1, 2 e 4 
B
1, 3 e 4  
C
2, 3 e 5  
D
2, 4 e 5 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
O interpretador de comandos bash permite a verificação do status do encerramento do último comando ou função executado no script. Um exemplo de trecho de código fonte que verifica o valor desse status é: 
A
if [ $? -ne 0 ]; then exit; fi  
B
if [ $# -ne 0 ]; then exit; fi  
C
if [ $0 -eq 1 ]; then exit; fi 
D
if [ $* -eq 1 ]; then exit; fi 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Em um servidor Ldap, pode-se utilizar a porta padrão 389 para suportar sessões criptografadas e não criptografadas, dependendo da solicitação do cliente, através do seguinte mecanismo: 
A
SSL 
B
SASL  
C
LDAPS 
D
STARTTLS 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Suponha que no diretório /home/uerj/teste existam os subdiretórios d1, d2, d3, d4 e d5 e que, em cada um deles, exista um arquivo com o nome a.txt. Deseja-se fazer um script que mova o arquivo a.txt desses subdiretórios para o diretório /home/uerj/teste. Como todos os arquivos possuem o mesmo nome, deve-se renomeá-lo e adicionar o número do diretório ao nome do arquivo. Por exemplo, o arquivo /home/uerj/teste/d1/a.txt será movido para /home/uerj/teste/a1.txt enquanto que o arquivo /home/uerj/teste/d3/a.txt será movido para /home/uerj/teste/a3.txt.

O código do script que realiza esse procedimento é:
A
for ((i=1;i<5;i++)) mv /home/uerj/teste/d${i}/a.txt /home/uerj/teste/a${i}.txt 
B
for ((i=1;i<6;i++)) mv /home/uerj/teste/d${i}/a.txt /home/uerj/teste/a${i}.txt 
C
for ((i=1;i<6;i++)); do mv /home/uerj/teste/d${i}/a.txt /home/uerj/teste/a${i}.txt ; done 
D
for ((i=1;i<5;i++)); do mv /home/uerj/teste/d${i}/a.txt /home/uerj/teste/a${i}.txt ; done 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
No servidor DNS, considerando os parâmetros do arquivo named.hosts do aplicativo Bind, a opção que não contém um registro de recurso é: 
A
MAIL 
B
NS  
C
MX 
D
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Em um Servidor de DNS, no seu arquivo de configuração de zona, o parâmetro que permite que o servidor secundário busque, de tempos em tempos, a comunicação com o servidor primário é: 
A
TTL 
B
retry 
C
expire 
D
refresh 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Deseja-se modificar a permissão do arquivo /home/uerj/teste.txt para que:
  • O dono do arquivo tenha permissão de leitura escrita e execução;
  • O grupo ao qual pertence ao usuário tenha permissão de leitura e execução;
  • Os demais usuários tenham apenas permissão de leitura.
O comando a ser usado é:
A
chmod 167 /home/uerj/teste.txt 
B
chmod 457 /home/uerj/teste.txt 
C
chmod 754 /home/uerj/teste.txt  
D
chmod 764 /home/uerj/teste.txt 
Página 1 de 4