Questões

Total de Questões Encontradas: 08

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
O propósito do estágio Estratégia de Serviço no ciclo de vida do serviço da ITIL v3, atualizada em 2011, é
A
coordenar e conduzir as atividades e processos necessários para entregar e gerenciar os serviços nos níveis acordados com os usuários do negócio e os clientes. Os 4 Ps da Estratégia do Serviço são: Periodicidade, Perspectiva, Proposição e Plano.
B
definir a perspectiva, posição, planos e padrões que um provedor de serviços tem de considerar, a fim de ser capaz de cumprir os objetivos de negócio desejados da sua organização. Os 4 Ps da Estratégia do Serviço são: Padrão, Perspectiva, Posição e Plano.
C
orientar a concepção dos Serviços de TI para garantir a qualidade do serviço, a satisfação do cliente e a relação custo e benefício na prestação de serviços. Os 4 Ps da Estratégia do Serviço são: Padrão, Perspectiva, Posição e Plano.
D
orientar o desenvolvimento de recursos para a implementação de serviços novos ou modificados na operação de TI. Os 4 Ps da Estratégia do Serviço são: Periodicidade, Perspectiva, Proposição e Plano.
E
alinhar os serviços de TI com as necessidades de mudança dos negócios através da identificação e implementação de melhorias nos serviços de TI que suportam os processos de negócio. Os 4 Ps da Estratégia do Serviço são: Padrão, Perspectiva, Posição e Plano.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
O COBIT 5 estabelece que as organizações têm muitas partes interessadas e “criar valor” pode significar coisas diferentes e, por vezes, conflitantes para cada uma delas. Governança está relacionada com negociar e decidir entre os interesses de valor das diferentes partes interessadas. Por consequência, o sistema de governança deve considerar todas as partes interessadas ao tomar decisões sobre a avaliação.

Com respeito ao enunciado acima, considere a seguinte figura do COBIT 5: 
Imagem da Questão
Na figura acima, I, II e III representam o que o COBIT 5 estabelece com respeito à criação de valor para as partes interessadas. Trata-se de
A
Otimização dos Riscos - Otimização dos Recursos - Melhoria na Comercialização 
B
Melhoria da Capabilidade dos Processos - Mitigação dos Riscos - Terceirização dos Recursos
C
Otimização dos Processos - Contenção de Custo - Metodologia de Viabilidade dos Processos
D
Realização de Benefícios - Terceirização dos Recursos - Melhoria na Comercialização
E
Realização de Benefícios - Otimização do Risco - Otimização dos Recursos 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Na gestão de riscos, o método Delphi é usado para 
A
avaliação dos riscos. Trata-se de um quadro de pontuação que prioriza os riscos e as tomadas de decisão para cada situação.
B
análise dos riscos. Trata-se de uma técnica de avaliação de causas-raiz de um problema e propõe uma solução bem definida para cada situação de risco. 
C
identificação dos riscos. Trata-se de um workflow de soluções direcionadas para a mitigação dos riscos.
D
análise dos riscos. Trata-se de um diagrama do tipo “espinha de peixe” que serve para melhorar os processos. 
E
identificação dos riscos. Trata-se de uma técnica de coleta de informações que objetiva alcançar um consenso de especialistas em um assunto. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Os argumentos pró e contra a terceirização de serviços de TI estão, correta e respectivamente, relacionados em: 
A
Pró: Melhora o aproveitamento dos recursos humanos, por exemplo: concentração em negócios centrais. 
Contra: Diminui o trabalho rotineiro dos especialistas.
B
Pró: Permite a implementação de medidas de TI de acordo com o cronograma
Contra: Acelera o ritmo de inovação.
C
Pró: Gera dependência do contratado. 
Contra: Permite a transferência de know-how.
D
Pró: Evita problemas com recrutamento de funcionários qualificados. 
Contra: Pode gerar dependência do contratado.
E
Pró: Oferece oportunidade para que o contratado exerça influência na empresa. 
Contra: Aumenta a qualidade das operações de TIC sem aumento de custos.   
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Considerando o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação − PETI e o Planejamento Estratégico Empresarial − PEE, é correto afirmar que o 
A
PETI é um processo dinâmico e interativo que se constitui a partir da relação vertical, horizontal, transversal, dinâmica e sinergética das funções empresariais para estruturar as informações organizacionais e a infraestrutura necessária para o atendimento de todas as operações da organização, porém não inclui as pessoas envolvidas no processo que é uma prerrogativa da política de recursos humanos da organização.
B
alinhamento entre o PETI e o PEE tem por escopo a relação vertical das funções empresariais que promove o ajuste ou a adequação estratégica das tecnologias disponíveis de toda a organização, como uma ferramenta de gestão empresarial contemplada pelos conceitos de qualidade, produtividade, efetividade, modelagem corporativa, rentabilidade e inteligência empresarial.
C
PETI é um processo dinâmico e interativo para estruturar estratégica, tática e operacionalmente as informações organizacionais, a TI e seus recursos, os sistemas de informação estratégicos, gerenciais e operacionais, as pessoas envolvidas e a infraestrutura necessária para o atendimento de todas as decisões, ações e respectivos processos da organização.
D
alinhamento entre o PETI e o PEE se constitui de um processo dinâmico e interativo para gerenciar as informações organizacionais, os sistemas de informação estratégicos, gerenciais e operacionais, as pessoas do primeiro escalão corporativo envolvidas, bem como a infraestrutura necessária tendo por escopo o atendimento de todas as operações estratégicas que envolvem os processos da organização. 
E
PEE contempla uma visão abrangente das prioridades e necessidades da organização e da situação atual do uso e do ambiente da TI, permitindo a definição dos caminhos a serem trilhados para o atendimento a estas necessidades. Seu objetivo é a sincronicidade entre as relações vertical e horizontal da organização. Após ser aprovado pelo Comitê de Agenda, passa a ser instrumento indispensável na definição dos recursos materiais de TI. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
A figura abaixo apresenta os grupos de processos de gerenciamento de projetos e como eles interagem entre si, com base no PMBoK 4a edição. 
Imagem da Questão
Os grupos de processos numerados de I a III correspondem, correta e respectivamente, a:
A
Planejamento - Execução - Monitoramento e Controle 
B
Planejamento - Desenvolvimento - Produção 
C
Modelagem - Construção - Implantação 
D
Modelagem - Construção e Implantação - Entrega e Feedback 
E
Elaboração - Construção - Transição e Produção 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Baseando-se na premissa de que se o código fonte estiver disponível para teste e experimentação pública, então os eventuais erros serão descobertos mais rapidamente, foram desenvolvidos modelos de desenvolvimento de software e gestão de projetos, sobre os quais é correto afirmar: 
A
A Wikipedia é um projeto que implementa o modelo Catedral, no qual o código é desenvolvido de forma totalmente aberta e pública, utilizando a Internet.  
B
O modelo Bazar, no qual o código fonte está disponível para cada software release, mas o código desenvolvido entre dois releases é restrito a um grupo de desenvolvedores exclusivo, foi aplicado nos projetos Emacs, GCC e do sistema operacional Linux. 
C
Software Livre ou Open Source, desenvolvido em modelo colaborativo, tem grande aceitação, movimenta a economia e gera inovação, mas é proibido em instituições governamentais, pois pode colocar em risco a segurança das informações de governo. 
D
Dois exemplos de uso do modelo Catedral são o navegador Mozilla Firefox, originado do Netscape que pertencia à empresa AOL, e o conjunto de ferramentas OpenOffice, que resultou da abertura do código do StarOffice pela Sun Microsystems. 
E
As publicações de diretrizes e normas do PMI, que inclui o PMBoK, são preparadas através de um processo voluntário de desenvolvimento de normas de consenso. Esse processo reúne voluntários e/ou busca os pontos de vista de pessoas interessadas nos tópicos cobertos por esta publicação. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Considere as características das normas e modelos de qualidade de software:

I. Suporta dois caminhos de melhoria usando níveis: um caminho permite que as organizações melhorem processos de forma incremental envolvendo uma ou mais áreas de processos selecionadas e o outro caminho permite que as organizações melhorem um conjunto de processos relacionados ao endereçarem sucessivamente conjuntos de áreas de processo.
II. Estabelece uma arquitetura comum para o ciclo de vida de processos de software. Contém processos, atividades e tarefas a serem aplicadas durante o fornecimento, aquisição, desenvolvimento, operação, manutenção e descarte de produtos de software, bem como partes de software de um sistema. Também se aplica à aquisição de sistemas, produtos de software e serviços.
III. A capacidade do processo é representada por um conjunto de atributos de processo descrito em termos de resultados esperados. A capacidade do processo expressa o grau de refinamento e institucionalização com que o processo é executado na organização. À medida que a organização evolui nos níveis de maturidade, um maior nível de capacidade para desempenhar o processo deve ser atingido.

As afirmativas I, II e III correspondem, correta e respectivamente, a: 
A
MPS.BR - NBR ISO/IEC 9126 - CMMI
B
NBR ISO/IEC 12207 - CMMI - NBR ISO/IEC 9126
C
CMMI - NBR ISO/IEC 9126 - MPS.BR
D
CMMI - NBR ISO/IEC 12207 - MPS.BR
E
MPS.BR - NBR ISO/IEC 12207 - CMMI
Página 1 de 1