Questões

Total de Questões Encontradas: 07

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Um Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás da Área de TI recebeu a tarefa de identificar testes que sejam capazes de verificar:

− a validade funcional do sistema;
− o comportamento e o desempenho do sistema;
− quais classes de entrada vão constituir bons casos de teste;
− se o sistema é sensível a certos valores de entrada;
− quais taxas e volumes de dados o sistema pode tolerar;
− que efeito combinações específicas de dados terão na operação do sistema.

A indicação correta do Auditor é utilizar
A
testes de desempenho para os 2 primeiros e de carga para os demais.
B
testes de caixa branca.
C
mais de um tipo de teste, pois não há um único tipo de teste capaz de avaliar todas estas situações.
D
um tipo diferente de teste para cada uma das situações elencadas.
E
testes de caixa preta. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Considere o modelo de Processo de Software. 
Imagem da Questão
Observando os detalhes da figura, é correto afirmar que 
A
é baseado no modelo incremental em espiral.
B
apresenta os princípios originalmente propostos pelo Manifesto Ágil.
C
se refere a um processo de software baseado no modelo RAD.
D
fornece as bases do processo de desenvolvimento baseado em componentes.
E
não representa a relação entre processos das metodologias ágeis XP e Scrum. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
A figura abaixo representa uma visão geral de uma metodologia ágil.
Imagem da Questão
Os itens de I a IV representam as reuniões comumente realizadas nesta metodologia, que são, respectivamente,
A
Master Meeting − Product Owner Meeting − Time Meeting − Daily Meeting.
B
de Retrospectiva − de Planejamento − Diária − de Revisão.
C
de Planejamento − Diária − de Retrospectiva − de Revisão.
D
de Planejamento − de Retrospectiva − de Revisão − Diária.
E
Product Owner Meeting − Master Meeting − Daily Meeting − Time Meeting. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Um Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás da área de TI indicou a seguinte estratégia convencional para testes de um sistema que está sendo desenvolvido:

I. Para cada componente ou módulo, testar a interface, a estrutura de dados local, os caminhos independentes ao longo da estrutura de controle e as condições-limite para garantir que a informação flui adequadamente para dentro e para fora do módulo, que todos os comandos tenham sido executados e que todos os caminhos de manipulação de erros sejam testados.
II. Aplicar uma abordagem incremental de testes para a construção da arquitetura do sistema, de forma que os módulos testados sejam integrados a partir do módulo de controle principal e os testes sejam conduzidos à medida que cada componente é inserido.

O Auditor indicou em I e II, respectivamente, os testes de 
A
caixa preta e de caixa branca, que são suficientes para validar todo o sistema.
B
caixa branca e de caixa preta, que são suficientes para validar todo o sistema.
C
unidade e de integração; na sequência, indicou os testes de validação e de sistema que são adequados para validar todo o sistema.
D
unidade e de interoperabilidade; na sequência, indicou os testes de caixa branca e de caixa preta que são adequados para validar todo o sistema.
E
carga e de desempenho; na sequência, indicou os testes de usabilidade e interoperabilidade que são adequados para validar todo o sistema.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Sobre a prototipação, considere:

 I. Auxilia o engenheiro de software e o cliente a entenderem melhor o que deve ser construído quando os requisitos estão confusos.  
 II. Tem como vantagem a construção rápida de um protótipo que, não podendo ser descartado, passa a ser o núcleo do sistema que será construído.  
 III. Pode ser usada como um modelo de processo independente.  
 IV. Apresenta ao cliente uma versão executável do software, sempre utilizando os algoritmos mais eficientes para demonstrar a capacidade do sistema a ser criado.  
 V. É indicada para estudar as alternativas de interface do usuário e a viabilidade de atendimento dos requisitos de desempenho, dentre outras possibilidades.

Está correto o que consta APENAS em
A
I, II e IV.
B
II, III e IV.
C
I, III e V.
D
III, IV e V.
E
I e V.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Considere as técnicas de levantamento de requisitos:

 I. O Analista se insere no ambiente de trabalho em que o sistema será utilizado. O trabalho diário é observado e são anotadas as tarefas reais em que o sistema será utilizado. O principal objetivo da técnica é ajudar a descobrir requisitos de sistema implícitos, que refletem os processos reais, em vez de os processos formais, nos quais as pessoas estão envolvidas.
 II. É composta de duas etapas principais: planejamento, que tem por objetivo elicitar e especificar os requisitos, e projeto, em que se lida com o projeto de software. Cada etapa consiste em três fases: a primeira cuida de organizar a equipe e fazer a preparação para a segunda fase, na qual é realizado um ou mais encontros estruturados, envolvendo desenvolvedores e usuários, em que os requisitos são desenvolvidos e documentados. A terceira fase tem por objetivo converter a informação da fase anterior em um documento de especificação de requisitos.

As técnicas I e II referem-se, respectivamente, a
A
JAD (Joint Application Design) e Etnografia.
B
Brainstorming e VORD (Viewpoint-Oriented Requirements Definition).
C
Etnografia e VORD (Viewpoint-Oriented Requirements Definition).
D
Etnografia e JAD (Joint Application Design).
E
VORD (Viewpoint-Oriented Requirements Definition) e Workshop. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo - Informática
Considere as atividades tipicamente realizadas nas 4 fases do Processo Unificado (PU):

a. Descrição da arquitetura do sistema.
b. Incremento de software entregue; sistema em fase beta.
c. Modelo de casos de uso.
d. Plano e casos de testes.
e. Avaliação inicial de risco.  
f. Modelo de implementação.

I - Concepção;
II - Elaboração;
III - Construção;
IV - Transição.

A associação correta entre as atividades e as fases do PU, é apresentada em 
A
I - e; II - c; III - b, f; IV - a, d
B
I - c, e; II - a; III - d, f; IV - b.
C
I - d, e; II - c; III - b; IV - a, f.
D
I - a, d; II - b, f; III - c; IV - e.
E
I - a; II - c, e; III - d; IV - b, f.
Página 1 de 1