Questões

Total de Questões Encontradas: 40

Considere:

I. Para cada processo aberto deve ser emitido um aviso eletrônico para o juizado correspondente.

II. Os tempos de resposta do sistema não podem exceder a 20 milissegundos, em qualquer hipótese.

III. A disponibilidade da rede de dados deve ser 24 × 7.

IV. Cada juiz deve ser capaz de realizar uma busca de processos, tanto pelo número quanto pela data ou pelo responsável.

V. Toda modificação realizada nos programas do sistema devem seguir os padrões estabelecidos na Gestão de Mudanças.

É exemplo de requisito não funcional o que consta APENAS em
A
I, III e IV.
B
II e IV.
C
I, IV e V.
D
I, III e V.
E
lI, III e V.
Considere o seguinte caso:

Observando o trâmite de processos no tribunal, Marta percebeu que tanto advogados quanto juízes realizavam análises nos diversos pareceres constantes dos processos. Com sua experiência como analista ela deduziu que uma possível informatização dos processos poderia contemplar uma classe chamada Advogado e outra chamada Juiz, tendo como base uma classe comum chamada Pessoa, com um método chamado AnalisarParecer. Este método (definido na classe comum) se comportaria de maneira diferente para as chamadas feitas a partir de uma instância de Advogado e para as chamadas feitas a partir de uma instância de Juiz, em razão deles terem responsabilidades diferentes em sua forma de analisar e opinar sobre os pareceres. Pela observação do método e seu comportamento, o princípio da orientação a objetos aplicável no caso, fundamentalmente, é
A
a comunicabilidade.
B
o encapsulameto.
C
a visibilidade.
D
o polimorfismo.
E
a estereotipagem.
Considere:

I. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento. Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas.

I. Pessoas relacionadas a negócios e desenvolvedores devem trabalhar separadamente durante todo o curso do projeto.

III. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e por dentro de um time de desenvolvimento, é por meio do correio eletrônico.

IV. A maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega adiantada e contínua de software de valor.

É coerente com os princípios que embasam o manifesto ágil (desenvolvimento ágil de software) o que consta APENAS em
A
I, II e III.
B
I e III.
C
I e IV.
D
II e IV.
E
III e IV.
No Scrum, um projeto se inicia com uma visão simples do produto que será desenvolvido. A visão pode ser vaga a princípio e ir tornando-se clara aos poucos. O ____I_____ então, transforma essa visão em uma lista de requisitos funcionais e não-funcionais para que, quando forem desenvolvidos, reflitam essa visão. Essa lista, chamada de ____II____ , é priorizada pelo ____III____ de forma que os itens que gerem maior valor ao produto tenham maior prioridade.

Completa, correta e respectivamente, as lacunas I, II e III:
A
Daily Scrum - Scrum Team - Sprint
B
Daily Scrum - Product Backlog - Sprint Planning Meeting
C
Product Owner - Sprint - Product Backlog
D
Scrum Team - Sprint Planning Meeting - Product Owner
E
Product Owner - Product Backlog - Product Owner
Angela pretende utilizar alguns design patterns em seu projeto Java e, após algumas pesquisas, encontrou o que buscava em Singleton e Prototype cujos objetivos são, respectivamente:

I. Encapsular a escolha das classes concretas a serem utilizadas na criação dos objetos de diversas famílias.

II. Permitir a criação de uma única instância de uma classe e fornecer um modo para recuperá-la.

III. Possibilitar o reaproveitamento de objetos.

IV. Possibilitar a criação de novos objetos a partir da cópia de objetos existentes.

Está correto o que consta APENAS em
A
I e II.
B
I e III.
C
II e III.
D
II e IV.
E
III e IV.
Considere as definições seguintes, cada qual em seu contexto específico, aplicáveis à gestão de negócios e de tecnologia da informação e comunicação.

I. É embasado em quatro perspectivas (financeira, clientes, processos internos e aprendizado/crescimento), formando um conjunto coeso e interdependente, com seus objetivos e indicadores se inter-relacionando e formando um fluxo ou diagrama de causa e efeito que se inicia na perspectiva do aprendizado e crescimento e termina na perspectiva financeira.

II. Seu objetivo é fornecer uma visão completa do ambiente atual de Tecnologia da Informação e Comunicação e ao mesmo tempo compará-lo a cenários alternativos que possam otimizar o retorno dos investimentos já feitos e dos ainda a serem realizados. Visa orientar a identificação das informações estratégicas, táticas e operacionais necessárias à instituição e também permitir a definição de projetos e prioridades, bem como o acompanhamento das ações e o controle dos investimentos.

III. Gerenciar serviços terceirizados significa assegurar que os serviços prestados por fornecedores satisfaçam aos requisitos do negócio. Isso requer um processo efetivo de gestão da terceirização. Esse processo é realizado definindo-se claramente os papéis, responsabilidades e expectativas nos acordos de terceirização bem como revisando e monitorando tais acordos quanto à efetividade e à conformidade. A gestão eficaz dos serviços terceirizados minimiza os riscos de negócio associados aos fornecedores que não cumprem seu papel.

As definições I, II e III correspondem, respectivamente, a
A
ITIL - COBIT - BPMN
B
COBIT - BSC - PDTIC
C
BSC - ITIL - BPMN
D
BPMN - PDTIC - BSC
E
BSC - PDTIC - COBIT
De acordo com a ITIL v3, 2011, o ciclo PDCA − Plan-Do-Check-Act está mais fortemente relacionado com
 
A
operação de serviço.
B
transição de serviço.
C
estratégia de serviço.
D
desenho de serviço.
E
melhoria contínua de serviço.
Observando os processos em trâmite no Tribunal, João observou que as situações pelas quais os processos passavam poderiam ser classificadas em: "abrindo", "aberto", "em trâmite", "encerrando" e "arquivado". Do ponto de vista da orientação a objetos ele percebeu que poderia modelar mais adequadamente as condições ou situações da vida do objeto processo utilizando, para representá-las, o diagrama UML denominado
A
Interface.
B
Pacote.
C
Caso de uso.
D
Máquina de estados.
E
Classes.
Observe as seguintes considerações do modelo de maturidade do processo Cobit 4.1, Definir um Plano Estratégico de TI:

I. O planejamento estratégico de TI é uma prática padrão cujas exceções são detectadas pela Direção. É uma função da Direção com nível sênior de responsabilidade. A Direção é capaz de monitorar o processo de planejamento estratégico de TI, tomar decisões baseadas nesse processo e medir sua efetividade. Os planejamentos de TI, de curto e longo prazos, são cascateados de cima para baixo na organização, com atualizações quando necessário. A estratégia de TI e a estratégia global da organização estão se tornando gradativamente mais coordenadas por abordar processos de negócio, capacidades de valor agregado e alavancar o uso de aplicativos e tecnologias na reengenharia dos processos de negócios. Há um processo bem definido para determinar o uso dos recursos internos e externos no desenvolvimento de sistema e operações.

II. O planejamento estratégico de TI é compartilhado com a Direção do Negócio conforme a necessidade. A atualização dos planos de TI acontece em resposta aos pedidos da Direção. As decisões estratégicas são tomadas projeto a projeto, sem consistência com uma estratégia corporativa. Os riscos e benefícios do usuário nas principais decisões estratégicas são determinados de forma intuitiva.

As considerações I e II referem-se, respectivamente, aos níveis
A
Gerenciado e Mensurável - Inicial/ Ad hoc
B
Otimizado - Processo Definido
C
Gerenciado e Mensurável - Repetível, porém Intuitivo
D
Processo Definido - Inicial/ Ad hoc
E
Inicial/Ad hoc - Inexistente
No Cobit 4.1, um analista observou o controle sobre Gerenciar o Investimento de TI. Por sua observação, em tal contexto, ele entendeu que devem ser satisfeitos os requisitos de negócio para TI descritos por:
A
Melhorar continua e visivelmente a relação custo-benefício da TI e sua contribuição para a lucratividade do negócio com serviços integrados e padronizados que atendam às expectativas do usuário final.
B
Estabelecer e manter uma estrutura para gerenciar os programas de investimentos em TI que contemple custos, benefícios, prioridade dentro do orçamento, um processo formal de definição orçamentária e gerenciamento de acordo com o orçamento.
C
Decidir o portfólio e investimentos em TI de forma eficaz e eficiente e, elaborar e rastrear os orçamentos de TI em linha com estratégias de TI e decisões de investimento.
D
Definir o critério de investimento formal (ROI − Retorno sobre Investimento, período de recuperação de investimento, NPV − Valor Presente Líquido).
E
Definir o percentual de desvio do valor orçamentário comparado com o orçamento total, bem como obter a redução percentual do custo unitário dos serviços de TI entregues.
Página 1 de 4