Questões

Total de Questões Encontradas: 05

O esquema a seguir ilustra uma estrutura de comunicação VoIP entre um computador e um telefone comum.
Imagem da Questão
No cenário apresentado, um computador equipado com um programa que possibilita as ligações em VoIP está conectado numa rede local (LAN) com o equipamento A. Primeiro, o computador descobre o equipamento A na rede, que envia ao computador seu endereço IP. O computador se registra com o equipamento A que, por sua vez, manda de volta uma mensagem de gerenciamento. Após aceitar a mensagem, o computador pede para o equipamento A largura de banda para iniciar a configuração da chamada, com o estabelecimento de uma conexão. Após a largura de banda ser liberada ao computador, ele envia outra mensagem com o número do telefone a ser chamado para o equipamento A, que confirma a solicitação da chamada e encaminha a informação para o equipamento B. Este, que é metade computador e metade comutador de telefonia, faz a chamada telefônica para o telefone comum. O telefone toca e o computador recebe o sinal indicando que ele está tocando. Quando o telefone é atendido, é enviada uma mensagem ao computador indicando que houve a conexão.

A e B são, respectivamente,
A
Gatekeeper e Gateway.
B
Multipoint Controller Unit e User Agent Server. 
C
Gateway e Proxy Server.  
D
Proxy Server e Softphone. 
E
Softswitch e Softphone.
É um protocolo do modelo TCP/IP que permite que os hosts e roteadores que usam a comunicação IP possam relatar erros e trocar informações de status e controle. Por meio de mensagens, este protocolo pode determinar se um host ou roteador está disponível na rede, pode informar que um datagrama não pode ser entregue etc.

O protocolo descrito é o 
A
ICMP. 
B
SMTP. 
C
ARP.
D
UDP. 
E
RARP.
A camada de enlace do modelo OSI, também conhecida como camada de link de dados, recebe os pacotes de dados da camada de rede, transforma-os em quadros na camada de enlace e finalmente em tensões elétricas na camada física para serem transmitidos no meio físico. No caso da transição entre as camadas de rede e enlace, o quadro na camada de enlace será acrescido do endereço MAC da placa de rede de origem, do endereço MAC da placa de rede de destino, do CRC (Cyclic Redundancy Check) e 
A
do LLC (Logical Link Control). 
B
do cabeçalho HTTP.
C
do hash do checksum.
D
de dados de controle. 
E
será criptografado.
O principal motivo para a implantação do IPv6 é a necessidade de mais endereços, porque os endereços IPv4 disponíveis não são suficientes. No IPv6 os endereços
A
são representados por seis grupos de 16 bits separados por dois-pontos (:) e escritos com numeração hexadecimal. 
B
anycast identificam uma única interface, de modo que um pacote enviado a um endereço anycast seja entregue a uma única interface. 
C
broadcast não existem. No IPv4 eles eram responsáveis por direcionar um pacote para todos os nós de um mesmo domínio. 
D
manycast identificam um conjunto de interfaces de forma que um pacote enviado a esse endereço sejam entregues a todas as interfaces associadas a esse endereço.
E
multicast são utilizados para identificar um grupo de interfaces, porém, com a propriedade de que um pacote enviado a um endereço multicast é encaminhado apenas à interface do grupo mais próxima da origem do pacote. 
A rede secundária ("horizontal cabling"), que é parte das redes locais instaladas em prédios, é composta pelos cabos de par trançado que ligam o armário de telecomunicações às tomadas nas quais são conectados os computadores da rede. Nesta parte da rede há três segmentos de cabo:

  I. O patch cord ligando o switch ao patch panel.

 II. O cabo da rede secundária, ligando o patch panel à tomada na área de trabalho.

III. O cabo entre a tomada e o computador.

Dentro dos padrões recomendados para instalação de redes locais em prédios, são medidas (em metros) adequadas para os segmentos I, II e III, respectivamente, 
A
6, 90, 3. 
B
10, 100, 10.
C
15, 80, 10. 
D
3, 98, 4.
E
5, 90, 10.
Página 1 de 1