Questões

Total de Questões Encontradas: 06

Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
O cineasta alemão Wim Wenders afirmou em recente entrevista: − A atual superabundância de imagens significa, basicamente, que somos incapazes de prestar atenção. Deve-se entender que, nessa afirmação,
A
nossa indisposição para ver tantas coisas acaba tornando-as imagens fantasiosas e vazias.
B
a superabundância de imagens e a incapacidade de prestar atenção mantêm relação de causa e efeito.
C
a superabundância de imagens acabará por apurar de modo radical nosso senso de observação.
D
a oferta excessiva de informação decorre das nossas desmesuradas exigências de analistas.
E
nossa crescente deficiência intelectual acabará por acarretar uma profusão de imagens inúteis.
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Para considerar como trágicos os versos populares adotados por Orides Fontela, o autor do texto atribuiu-lhes o sentido que corretamente se resume nesta afirmação: 
A
Conquanto não seja longa, a vida nos dá o tempo feliz de cantar, antes que passemos a sofrer.
B
Se a vida fosse curta, não teríamos sequer tempo para cantar alguma coisa e deixar nela nossa marca. 
C
A vida é absurda, pois apenas ficamos cantando, sem saber por que viemos e qual será o nosso destino.
D
No escasso tempo da vida, cada um de nós cante seu breve recado, e já estará na hora de morrer. 
E
Na roda-viva, nossas dores são tão grandes que a única compensação é cantar para tentar esquecê-las. 
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Deve-se deduzir das informações apresentadas no texto que

  I. houve época em que se condicionavam, com certa naturalidade, os prazeres da vida sexual à contração do matrimônio.  
 II. os moços, à época da juventude do autor, entregavam-se já a tarefas que em nada os aliviava das responsabilidades dos adultos.  
III. a velhice, ao contrário das outras fases da vida, não nos traz decepções, já que nos conformamos em dela nada esperar.

Está correto o que se formula SOMENTE em
A
II e III.
B
I e II.
C
III.
D
II.
E
I.
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
A ideia principal do texto está resumida de modo adequado na seguinte formulação: O autor acredita que 
A
muita gente, tal como ele, fica esperando os prazeres da fase seguinte da vida, deixando, com isso, de gozar os benefícios da que está vivendo. 
B
as vantagens da vida, no seu caso, foram desfrutadas em épocas distintas das que normalmente as pessoas passam a desfrutar.
C
os proveitos da vida não se lhe ofereceram, pois jamais houve concomitância entre a vantagem de uma fase e a fase que estivesse atravessando.
D
muita gente, ele inclusive, deixa de aproveitar o que há de melhor em cada fase da vida por ignorar as vantagens que cada uma oferece. 
E
os dissabores da vida fazem-nos esquecer ou subestimar o que há de vantajoso em cada fase, tal como sempre aconteceu com ele.
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Atente para as seguintes afirmações:

I. A assertiva Sua sobrevivência é um cálculo (1o parágrafo), referida ao homem cego, justifica-se pelas expressões que imediatamente a antecedem, entre elas improvisação constante.

II. No 1o parágrafo, o autor do texto estabelece uma relação entre as capacidades desenvolvidas pelos homens cegos e a autossuficiência com que parecem explorar os caminhos da vida.

III. Testemunhando um momento particular de mansidão e ternura (2o parágrafo), o autor equipara um prazer possível ao cego e o desfrute visual de formas naturais.

Em relação ao texto, está correto o que se afirma SOMENTE em
A
II e III.
B
I e II.
C
III.
D
II.
E
I.
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O primeiro e o segundo parágrafos destacam, respectivamente, as seguintes características do “cego de Ipanema”:
A
a segurança com que improvisa um novo trajeto e a sensação de júbilo que sente ao contato com formas que desconhece.
B
a extrema cautela na avaliação do espaço e a capacidade de precisar as peças de um carro que ele apalpa.
C
a natural insegurança de quem caminha pela cidade e a imaginação com que vai avaliando as formas de um carro.
D
o apurado senso de orientação no espaço delineado e a capacidade de se deleitar com a  sensação tátil das formas.
E
o ritmo titubeante das passadas e a capacidade de reconhecer com as mãos as formas de um automóvel.
Página 1 de 1