Questões

Total de Questões Encontradas: 40

Sobre outsourcing de TI, considere:

I. Estratégia de outsourcing é o portfolio de planos de ação de sourcing que, especificamente, mostra onde a empresa está e onde necessita estar dentro de um período, em relação à provisão de serviços, aos serviços que serão providos interna e externamente, às localidades onde serão fornecidos e à quantidade de mudanças que serão necessárias.

II. A definição de uma estratégia de outsourcing pode se basear nos modelos de outsourcing de TI The eSourcing Capability Model for Service Providers (eSCM-SP) e The eSourcing Capability Model for Client Organizations (eSCM-CL).

III. Alguns dos fatores que levam uma empresa a terceirizar a TI são: necessidade de focar no negócio principal, aumento da complexidade da TI (que exige novos especialistas), aumento do custo interno da TI (que precisa ser reduzido) e aumento dos riscos (nesse caso, é preferível transferi-los).

IV. Em alguns casos, a empresa decide por terceirizar tudo, às vezes com mais de um fornecedor. Há outros casos em que, em função da distribuição geográfica da empresa, serviços locais similares aos de outras localidades são operados por fornecedores distintos. Dependendo da extensão da terceirização, a organização de TI, sua estrutura e as competências necessárias podem ser alteradas.

Está correto o que se afirma em 
A
I, II, III e IV. 
B
I e II, apenas. 
C
II e IV, apenas.
D
III e IV, apenas.
E
I e III, apenas.
Sobre a gestão estratégica de TI e o alinhamento estratégico entre TI e negócios, é correto afirmar:  
A
A atuação da TI tornou-se mais que um processo de suporte, gerando valor à estrutura de negócio das organizações, entretanto, seus recursos ainda não são utilizados para auxiliar a tomada de decisões alinhada ao planejamento estratégico, por não fornecerem dados confiáveis.
B
A Governança de TI em todas as organizações provê controles, indicadores e aponta tendências que auxiliam as corporações a ter uma visão global do universo que envolve a TI, incluindo suas capacidades, limitações, interdependências e, principalmente, como gera valor para as corporações.
C
A gestão efetiva e eficaz de TI deve envolver o seu alinhamento ao negócio, o processo de tomada de decisão acerca de prioridades e da alocação de recursos, os mecanismos para a gestão estratégica de TI e as operações de serviços de TI.
D
A Governança de TI se restringe à implantação de melhores práticas como COBIT e ITIL e de ferramentas que se propõem a resolver os problemas da organização. O uso dessas práticas e ferramentas resolvem as questões sobre como alinhar a TI ao negócio e envolvem os executivos de negócio nas decisões relativas à TI.
E
A Governança de TI deve garantir o alinhamento da TI ao negócio, tanto no que diz respeito às aplicações como à infraestrutura de serviços, e garantir o alinhamento da TI a marcos de regulação externos. Não é responsabilidade da Governança de TI, porém, garantir a continuidade do negócio contra interrupções e falhas.
Sobre COBIT, PMBOK e ITIL, considere:

 I. São modelos exclusivos que funcionam melhor quando utilizados separadamente.

 II. O PMBOK auxilia os profissionais de projetos a gerenciarem os programas e projetos da empresa com qualidade.

 III. O COBIT estabelece objetivos de controle que servem como base para medir a maturidade e conformidade da TI com o negócio.

 IV. O principal objetivo das práticas do ITIL é garantir o sucesso da entrega de produtos e serviços de TI, a partir da perspectiva das necessidades do negócio.

Está correto o que se afirma em
A
I, II, III e IV.  
B
II e III, apenas.  
C
I e II, apenas.  
D
III e IV, apenas.  
E
I, apenas.
No PMBOK, o processo de Desenvolver o Cronograma é o cerne do grupo de processos de Planejamento. Existem várias ferramentas e técnicas para desenvolver o cronograma do projeto. Duas dessas técnicas são semelhantes e permitem calcular a duração do projeto. A primeira usa a duração mais provável, enquanto a segunda usa o que se chama de valor esperado (ou média ponderada). Trata-se das técnicas 
A
Critical Path Method (CPM) e Technical Calculation Weighted Average (TCWA).
B
Network Critical Paths (NCP) e Technical Calculation Weighted Average (TCWA).
C
Calculation of Core Activities (CCA) e Network Critical Paths (NCP).
D
Critical Path Method (CPM) e Program Evaluation and Review Technique (PERT).
E
Program Evaluation and Review Technique (PERT) e Network Critical Paths (NCP). 
No PMBOK, os processos Coletar Requisitos e Criar a EAP fazem parte da Área de Conhecimento em Gerenciamento 
A
do Escopo do Projeto.  
B
de Integração do Projeto.  
C
de Controle do Projeto.  
D
dos Riscos do Projeto.  
E
dos Custos do Projeto.
Os cinco grupos de processos descritos pelo PMBOK Guide que são utilizados para organizar e descrever a realização do projeto são:
A
Análise, Programação, Teste, Implementação e Monitoramento.  
B
Levantamento e Classificação de Requisitos, Desenho, Programação, Teste e Implementação.   
C
Levantamento de Requisitos, Projeto, Design, Implementação e Teste.  
D
Planejamento, Organização, Projeto, Implementação e Acompanhamento.  
E
Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento e Controle e Encerramento. 
Um nível de maturidade consiste em práticas específicas e genéricas para uma área de processo, que podem levar a melhorias nos processos organizacionais. Na representação do CMMI por estágios, existem diversos níveis de maturidade. Em um desses níveis os processos são continuamente melhorados com base em um entendimento quantitativo das causas comuns de alterações de desempenho. A melhoria contínua é obtida com inovações e melhor uso de tecnologias. Objetivos quantitativos de melhoria de processos são estabelecidos, continuamente revisados de acordo com os negócios da organização e usados como critério no gerenciamento. Os efeitos da implantação da melhoria de processos são medidos e avaliados. A melhoria de processos é uma tarefa de todos, não apenas uma ordem específica dos níveis hierárquicos mais altos. Desta forma, é possível que seja criado um ciclo de melhoria contínua dos processos, evitando-se acomodação.

O nível de processo descrito acima é o
A
6 (de alta performance).
B
4 (gerenciado quantitativamente).
C
3 (definido).
D
5 (otimizado).
E
2 (gerenciado). 
O livro Entrega de Serviços do ITIL V2 possui dentre seus processos o Gerenciamento de Nível de Serviço. Os objetivos desse processo são: 
A
Entender os requerimentos de disponibilidade do negócio, planejar, medir, monitorar e melhorar continuamente a disponibilidade dos serviços de TI e garantir que os serviços de TI foram desenhados para entregar os níveis de disponibilidade exigidos pelo negócio.  
B
Entender os requerimentos do negócio, a operação da organização e a infraestrutura de TI e garantir que a capacidade e performance atuais e futuras estão sendo providas a um custo efetivo.   
C
Manter e prover a qualidade do serviço de TI através de um ciclo constante de acordos, monitoramento e relatórios sobre o andamento dos serviços de TI e tomar ações para erradicar serviços sem qualidade.  
D
Suportar o Gerenciamento de Continuidade do Negócio e garantir que os serviços e recursos de TI possam ser recuperados dentro dos níveis requeridos e acordados pelo negócio.  
E
Auxiliar a tomada de decisões de investimentos de TI provendo informações justificadas dos serviços para prover os serviços de TI a um custo aceitável e ser capaz de contabilizar os gastos dos serviços de TI e alocar esses custos aos serviços entregues aos clientes.
Os 5 ciclos de vida do ITIL V3 são:  
A
Service Level Management, Capacity Management, Availability Management, Service Continuity Management e Financial Management for IT Services.  
B
Business Perspective, Service Strategy, Service Design, Service Delivery e Service Support.
C
Service Desk, Incident Management, Problem Management, Change Management e Configuration Management.
D
Business Perspective, Planning to Implement Service Management, Security Management, Application Management e ICT Infrastructure Management.
E
Service Strategy, Service Design, Service Transition, Service Operations e Continual Service Improvement.
O domínio Monitoração e Avaliação do COBIT visa, entre outras coisas, assegurar a qualidade dos processos de TI. Dentre os processos desse domínio estão: Monitorar e Avaliar o desempenho da TI, Monitorar e Avaliar os controles internos, Fornecer governança para a TI e
A
Definir a organização da TI, os seus processos e relacionamentos.  
B
Assegurar conformidade com requisitos externos.  
C
Viabilizar operação e utilização.  
D
Definir um plano estratégico para a TI. 
E
Gerenciar o desempenho e capacidade.
Página 1 de 4