Questões

Total de Questões Encontradas: 01

Ano: 2012 Banca: FUNRIO Órgão: MPOG Prova: Analista - Tecnologia da Informação
Pedro Ernesto, diretor de compras de autarquia federal, sem vinculação efetiva com o serviço público, vem a ser demandado pelo Ministério Público Federal, em ação civil pública, por ato de improbidade administrativa, não sendo conhecida a existência de processo administrativo disciplinar. Em sua defesa prévia, alega não ser possível esta responsabilização, por não ser servidor de carreira, alegando, a ilegitimidade do Ministério Público, em propor a ação judicial, por não ter havido ganho indevido, conforme se verifica da petição inicial. Com relação a esta afirmação, pode-se  afirmar que é 
A
correta, na medida em que somente o servidor efetivo pode ser demandado em ação de improbidade.
B
equivocada, na medida em que o exercício de cargo, na Administração Pública, sujeita o seu detentor a improbidade administrativa.
C
equivocada, na medida em que o exercício de cargo, na Administração Pública, sujeita o detentor a improbidade administrativa, desde que ajuizada a ação durante este exercício.
D
correta, na medida em que não se tem notícia de um prévio processo administrativo disciplinar.
E
correta, na medida em que, a despeito do cargo público exercido, o Ministério Público não tem legitimidade para propor a ação. 
Página 1 de 1