Questões

Total de Questões Encontradas: 36

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MEC Prova: Técnico de Nível Superior - DESENVOLVEDOR
Texto Associado Texto Associado
Considerando que o principal objetivo da modelagem de dados é desenvolver uma representação das informações de determinado negócio ou processo, julgue os itens subsecutivos.
As cardinalidades, também chamadas de relacionamento, podem ser 1:1, 1:N e N:N. 
C
Certo
E
Errado
Para representar uma multiplicidade de 0 ou 1 para 1 ou mais, em um diagrama de classes, a representação correta é:
A
0/1 ____________ 1..*
B
0/1 ____________ 1/*
C
0..1 ____________ 1..*
D
0,1 ____________ *
E
0-1 ____________ 1-*
Ano: 2012 Banca: VUNESP Órgão: TJ-SP Prova: Analista Judiciário - Analista de Sistemas
Na modelagem de bancos de dados relacionais, é necessário indicar a cardinalidade dos relacionamentos entre conjuntos de entidades. Considerando-se dois conjuntos de entidades A e B de um modelo entidade-relacionamento, é correto afirmar que a cardinalidade indica 
A
a proporção entre o número de entidades do conjunto A e o número de entidades do conjunto B, ponderado de acordo com o número total de relacionamentos do modelo.
B
a proporção entre o número de entidades do conjunto A e o número de entidades do conjunto B que têm todos seus valores preenchidos.
C
a quantas entidades do conjunto A uma entidade do conjunto B pode estar associada, e a quantas entidades do conjunto B uma entidade do conjunto A pode estar associada.
D
o número de atributos do conjunto de entidades A que podem assumir valores nulos, em comparação com o número total de atributos do conjunto de entidades B.
E
a proporção entre o número de atributos de cada conjunto de entidades A e B, sendo que tal proporção não pode ser superior a 2.
Considere: Os funcionários podem usar muitos idiomas em qualquer um dentre muitos projetos. Cada projeto possui muitos funcionários com vários idiomas. Funcionário chefia funcionário na razão 1:n. Dado um projeto, é necessário que se conheça os funcionários e quais idiomas eles usam nesse projeto. Também é necessário que se saiba (independentemente do projeto) quem é o chefe de quem. A derivação para BDR (relacional) apresentará um modelo com 
A
uma tabela.
B
duas tabelas.
C
três tabelas.
D
quatro tabelas. 
E
cinco tabelas. 
Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: AL-MT Prova: Analista de Sistemas - Banco de Dados
Na figura a seguir está representado, de modo resumido, parte de um diagrama ER na chamada notação pé-de-galinha. 
Imagem da Questão
Na figura acima, I e II correspondem, respectivamente, às cardinalidades
A
0 e N
B
1 e N.
C
N e M.
D
(0,1) e (0,N).
E
(1,1) e (0, N). 
Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: AL-MT Prova: Analista de Sistemas - Banco de Dados
Leia o fragmento a seguir. 
Imagem da Questão
Assinale a alternativa cujos itens completam corretamente as lacunas do fragmento acima.
A
mínima – opcional – máxima – obrigatória.
B
máxima – binária – máxima – unária.
C
mínima – obrigatória -mínima -opcional.
D
máxima – obrigatória – mínima – binária
E
mínima – binária – mínima – unária.
Ano: 2014 Banca: IADES Órgão: FUNPRESP-EXE Prova: Acessor Técnico - Analista de Sistemas
Analise as tabelas de banco de dados seguintes.
Imagem da Questão
Quanto à cardinalidade das tabelas apresentadas, assinale a alternativa correta.
A
1:1.
B
1:M.
C
1:N.
D
N:N.
E
M:N.
Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF 4ª REGIÃO (SUL) Prova: Analista Judiciário - Informática
No tribunal, durante o levantamento de requisitos, Carla deparou-se com as seguintes situações:

 I. Os funcionários possuem matrículas, mas seus dependentes são numerados de 1 a n. Assim, por exemplo, o funcionário André com dois dependentes tem a esposa como dependente 01 e o filho como dependente 02. Marta possui um único filho dependente com o número 01.

II. Os funcionários possuem cargos que necessitam ficar registrados historicamente, isto é, sempre que um funcionário mudar de cargo o sistema deverá manter o registro do cargo anterior e alguns demais atributos inerentes

Assim, em um modelo relacional normalizado, Carla sabe que para resolver o problema I ela deverá prever a manutenção da unicidade das chaves da entidade Dependente e que para resolver o problema II ela deverá prever o registro histórico dos cargos, identificando a data em que o funcionário passou a exercer o cargo.  Entre outras, Carla resolveu corretamente da seguinte forma: no caso I ela criou a entidade 
A
Dependente como entidade fraca da entidade Funcionário e no caso II ela criou a entidade Histórico de Cargo como dependente das entidades Funcionário e Cargo, relacionando-se em n para 1 com ambas (lado n no histórico).
B
Funcionário como entidade fraca da entidade Dependente e no caso II ela criou a entidade Histórico de Cargo como dependente das entidades Funcionário e Cargo, relacionando-se em n para 1 com ambas (lado n no histórico).
C
Dependente como entidade fraca da entidade Funcionário e no caso II ela criou a entidade Histórico de Cargo como dependente somente da entidade Cargo, relacionando-se em n para 1 com ela (lado n no histórico).
D
Dependente como entidade fraca da entidade Funcionário e no caso II ela criou a entidade Histórico de Cargo como dependente das entidades Funcionário e Cargo, relacionando-se em n para m com ambas.
E
Funcionário como entidade fraca da entidade Dependente e no caso II ela criou a entidade Cargo como dependente somente da entidade Histórico de Cargo, relacionando-se em n para m com ela. 
Em um modelo entidade-relacionamento de uma clínica médica, observou-se um relacionamento N para N entre as entidades MEDICO e PACIENTE. Essas entidades são mostradas a seguir: 
Imagem da Questão
Conversando com os funcionários da clínica foi obtido o seguinte relato:

Quando o paciente deseja marcar uma consulta, ele liga para a clínica e a atendente agenda a consulta. O paciente pode passar por várias consultas com o mesmo médico, exceto na mesma data e hora. Finalizada a consulta, o médico faz o diagnóstico apenas daquela consulta.

Considerando que a entidade ATENDENTE não faz parte do escopo do modelo desejado, na prática, ao criar o banco de dados, para que o relacionamento entre MEDICO e PACIENTE seja efetivamente estabelecido é necessário:
A
uma tabela CONSULTA entre MEDICO e PACIENTE, fragmentando o relacionamento N para N identificado em dois relacionamentos 1 para N. A chave primária dessa tabela poderá ser composta pelos atributos CRMMedico, CodigoPaciente, DataConsulta e HoraConsulta. 
B
definir a cardinalidade N para N ao relacionar as tabelas MEDICO e PACIENTE, de forma que ambas fiquem com uma chave primária composta pelos atributos CRMMedico e CodigoPaciente.
C
definir a cardinalidade N para N ao relacionar as tabelas MEDICO e PACIENTE, pois todos os Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados possuem suporte à criação de relacionamento direto N para N, 1 para N e 1 para 1. 
D
uma entidade intermediária entre MEDICO e PACIENTE, fragmentando o relacionamento N para N identificado em dois relacionamentos 1 para 1. A chave primária da nova entidade deverá obrigatoriamente ser composta pelos atributos CRMMedico e CodigoPaciente. 
E
uma entidade intermediária entre MÉDICO e PACIENTE, fragmentando o relacionamento N para N identificado em dois relacionamentos N para N. Essa entidade deverá obrigatoriamente ter como chave primária simples um atributo CodigoConsulta. 
Ano: 2012 Banca: AOCP Órgão: TCE-PA Prova: Assessor Técnico - Administrador de Banco de Dados
Assinale a alternativa correta sobre o relacionamento apresentado a seguir: 
Imagem da Questão
A
Analisando da esquerda para a direita, as cardinalidades entre “Pedido” e “Produto” devem ser “1..*” e “0..*”, respectivamente.
B
É um típico relacionamento ternário, quando surge uma terceira entidade representando o relacionamento “*..*”, muitos para muitos.
C
A entidade “Pedido” deve ser substituída pela entidade “Item_Pedido”, seguindo os padrões de normalização.
D
O resultado é uma entidade conhecida como associativa, que associa muitos produtos a muitos pedidos.
E
Ambos os relacionamentos devem ter cardinalidade “1..1”, para evitar a redundância da informação.
Página 1 de 4