Questões

Total de Questões Encontradas: 38

Sobre as atividades do ePing relacionadas ao modelo de governança e gestão da arquitetura, assinale a que NÃO está sob responsabilidade da Comissão de Coordenação.
A
Promover discussões sobre padrões, para monitorar sistematicamente o mercado, com o objetivo de detectar novas tecnologias.
B
Selecionar padrões dentre os sugeridos pelos órgãos do governo, pela sociedade, pela academia e pelo coordenador Segmento para serem estudados.
C
 Definir plano de trabalho com as metas, ações e entregas do GT Temporário, consolidando essas informações em um plano de trabalho.
D
 Promover consultas públicas para receber contribuições e sugestões sobre uma nova versão do ePing.
E
Publicar versão final de uma nova versão do ePing.
Sobre o ePing (Padrão de Interoperabilidade de Governo Eletrônico), assinale a alternativa INCORRETA.
A
A adoção dos padrões e políticas contidos na ePING é obrigatória para os órgãos do Governo Federal.
B
Embora padrões abertos sejam preferencialmente adotados nas especificações técnicas, a única situação em que se admite o uso de padrão proprietário é aquela na qual não existe um padrão aberto.
C
A arquitetura do ePing está segmentada em cinco partes: Interconexão, Segurança, Meios de Acesso, Organização e Intercâmbio de Informações e Áreas de Integração para Governo Eletrônico.
D
A política de simplificação administrativa diz que a aplicação da ePING visa contribuir para que as interações do governo com a sociedade sejam realizadas de forma simples e direta, sem prejuízo da legislação vigente. 
E
 A política de escalibilidade diz que as especificações selecionadas deverão ter a capacidade de atender alterações de demanda no sistema, tais como mudanças em volumes de dados, quantidade de transações ou quantidade de usuários. 
Texto Associado Texto Associado
Julgue os próximos itens, relativos aos padrões de interoperabilidade de governo eletrônico — ePING.
As áreas cobertas pela ePING estão segmentadas em: interconexão, segurança, meios de acesso, organização e intercâmbio de informações, além de melhoria continuada dos serviços de governo eletrônico. Para cada uma dessas áreas, são apresentados componentes que podem variar quanto à situação de adoção ou ao estudo feito pelo governo federal.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Julgue os próximos itens, relativos aos padrões de interoperabilidade de governo eletrônico — ePING.
De acordo com a arquitetura ePING, alguns algoritmos especificados para definição de chave de cifração simétrica são RC4, IDEA, 3DES e AES.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Com relação a interoperabilidade de sistemas, SOA e web services, arquitetura e-ping e padrões XML, julgue os itens seguintes.
Os web services são recomendados como solução de interoperabilidade da e-PING, em que, para serviços web de pequeno porte, o desenvolvimento pode ser embasado em REST, que utiliza o protocolo HTTP.
C
Certo
E
Errado
Assinale a opção correta acerca da e-Ping 2013.
A
De acordo com as políticas de meio de acesso, todos os sistemas de informação do governo que fornecerem serviços eletrônicos deverão ser providos diretamente pelos órgãos detentores dos sistemas, não sendo permitida a disponibilização destes por meio de serviços de terceiros. 
B
De acordo com as políticas de comunicação, as redes (P2P) (peer-to-peer) deverão ser prioritariamente utilizadas, em vez de circuitos dedicados ou redes de pacotes. 
C
De acordo com as políticas de meio de acesso, somente os órgãos públicos que lidam com recursos públicos e que estejam diretamente associados ao sistema financeiro nacional devem utilizar o HTTPS em seus sítios, enquanto os demais órgãos deverão obrigatoriamente utilizar o HTTP. 
D
De acordo com as políticas técnicas de segurança, os dados e informações devem apresentar níveis de proteção distintos para cada meio que estiver sendo processado e armazenado. 
E
De acordo com as políticas técnicas para interconexão, o protocolo HTTP deverá ser priorizado para transferências de arquivos originários de páginas de sítios da Internet.
Texto Associado Texto Associado
Com relação a SOA, web services, UDDI, WSDL, SOAP, XML, XSLT, e-ping, SGC, W3C e e-MAG, julgue os próximos itens.
O e-ping objetiva padronizar a forma de apresentação das informações dos serviços do governo eletrônico federal e definir os requisitos de intercâmbio de dados e das condições de disponibilidade desses dados para os dispositivos de acesso. 
C
Certo
E
Errado
A arquitetura e-PING foi criada com a finalidade de estabelecer políticas e especificações técnicas a serem adotadas pelo governo federal na interoperabilidade de sistemas e serviços de governo eletrônico e-GOV. Os cinco segmentos que organizam a arquitetura são
A
interconexão, segurança, meios de acesso, padrões de metadados do e-GOV, organização e intercâmbio de informações. 
B
padrões de metadados do e-GOV, segurança, organização e intercâmbio de informações, áreas de integração para governo eletrônico, interoperabilidade. 
C
padrões de metadados do e-GOV, segurança, meios de acesso, áreas de integração para governo eletrônico, interoperabilidade. 
D
interconexão, segurança, meios de acesso, organização e intercâmbio de informações, áreas de integração para governo eletrônico. 
E
segurança, meios de acesso, organização e intercâmbio de informações, áreas de integração para governo eletrônico, interoperabilidade.
A análise dos padrões candidatos a integrar a arquitetura e-PING abrange a seleção, a homologação e a classificação das especifi cações selecionadas em cinco níveis de situações que caracterizam o grau de aderência às políticas técnicas gerais e específicas de cada segmento. Os cinco níveis são: 
A
adotado, recomendado, em transição, em estudo, estudo futuro. 
B
homologado, sugerido, em testes, em avaliação, avaliação futura. 
C
aprovado, analisado, em análise, em estudos preliminares, no aguardo. 
D
aceito, validado, em validação, aceito para validação, para futuro. 
E
acatado, estudado, em estudos, aceito para avaliação, avaliação de entrada.
A arquitetura e-PING – Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico – define um conjunto mínimo de premissas, políticas e especificações técnicas que regulamentam a utilização da Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) na interoperabilidade de serviços de Governo Eletrônico, estabelecendo as condições de interação com os demais Poderes e esferas de governo e com a sociedade em geral. As áreas cobertas pela e-PING estão segmentadas em:
A
Redes WAN e LAN, Tecnologia da Informação, Controle de Acesso, Intercâmbio de Informações, Áreas de Governo Eletrônico.
B
Conexão Banda Larga, Segurança física, Mecanismos de Acesso à informação, Armazenamento de Informações, Áreas de Integração para Governo Eletrônico. 
C
Telecomunicações, Padronização, Mecanismos de Acesso ao e-Gov, Proteção à informação, Áreas de Integração para Governo Eletrônico. 
D
Interconexão, Segurança, Meios de Acesso, Organização e Intercâmbio de Informações, Áreas de Integração para Governo Eletrônico. 
E
Redes sem-fio, Padronização, Meios de Acesso Web, Organização de Informações em Bancos de Dados, Coordenação para Governo Eletrônico. 
Página 1 de 4