Questões

Total de Questões Encontradas: 18

Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: TRE-PI Prova: Técnico Judiciário - Programação de Sistemas
Assinale a opção correspondente à enumeração correta usada para o controle de binding em JPA.
A
javax.persistence.CascadeTime 
B
javax.persistence.FetchType 
C
javax.persistence.ElementCollection
D
javax.persistence.ElementBinding 
E
javax.persistence.ObjectBinding
Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: STJ Prova: Analista Judiciário - Desenvolvimento
Texto Associado Texto Associado
Julgue os próximos itens, relacionados ao funcionamento dos frameworks para a camada de persistência.
JPQL (Java Persistence Query Language) é uma linguagem de manipulação de dados adotada para criar, alterar estrutura de tabelas e gatilhos utilizados na especificação JPA (Java Persistence API).
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Em relação às tecnologias JEE e JPA, julgue os próximos itens.
Ao se usar JPA, a forma de armazenamento dos dados das instâncias de uma classe e suas subclasses varia de acordo com a estratégia de herança adotada. Essa variação pode incluir todos os dados armazenados em uma tabela, bem como dados armazenados em tabelas distintas que usam uma coluna de referência. 
C
Certo
E
Errado
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Programador - Java
Java Persistence Query Language (JPQL) é uma linguagem de consulta que faz parte da especificação JPA. Considere uma aplicação em Java que usa JPA, na qual está definida uma classe de entidade denominada br.app.acme.Cliente.

Além disso, essa aplicação contém o trecho de código abaixo, que cria um objeto do tipo javax.persistence.Query, cuja referência é qry.
Imagem da Questão
A expressão adequada para execução da consulta em JPQL representada pela referência qry é: 
A
java.util.Collection clientes = qry.getResultList() 
B
java.util.Collection clientes = qry.executeQuery() 
C
br.app.acme.Cliente[] clientes = qry.getResultList() 
D
java.util.Collection clientes = qry.getSingleResult()
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Programador - Java
Java Persistence API (JPA) é uma especificação para frameworks de mapeamento objeto-relacional. Nesse contexto, considere que em um programa em Java existam duas classes, denominadas Pessoa e Projeto. Considere ainda que a classe Pessoa contém a declaração a seguir. 
Imagem da Questão
Dentre as opções abaixo, aquela que lista corretamente as colunas de chaves estrangeiras que devem ser definidas na tabela PESSOA_PROJETO é:
A
C1 e C2 
B
C1 e C4 
C
C2 e C3 
D
C3 e C4 
Texto Associado Texto Associado
Com relação à JPA (Java persistence API), julgue os itens subsequentes. 
A anotação @Entity significa que determinada classe Java é uma entidade do banco de dados. Caso essa entidade tenha nome que não seja o da tabela, será necessário utilizar a anotação @Table.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Com relação à JPA (Java persistence API), julgue os itens subsequentes. 
Para que uma classe Java efetue consultas em determinada entidade do banco de dados, é necessário elaborar o SQL e, depois, convertê-lo para JPQL (Java persistence query language). 
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Com relação à JPA (Java persistence API), julgue os itens subsequentes. 
Ao se declarar uma coluna que seja a chave primária de uma tabela, é necessário utilizar a anotação @Id. 
C
Certo
E
Errado
Java Persistence API (JPA) é uma API padrão da linguagem Java para persistência de dados em bancos de dados relacionais.
Em uma aplicação que utiliza JPA
A
pode ser utilizada, como provedor de persistência, as bibliotecas EclipseLink, Hibernate, OracleTopLink, JBossSeam e JDBCProvider.
B
as classes de entidade do banco de dados permitem o mapeamento entre objetos da classe e tabelas do banco de dados, utilizando anotações como @Table, @Entity, @PrimaryKey, @Column, @Constraint, @Foreignkey e @EJB.
C
todas as operações realizadas nas tabelas do banco de dados, como inserção de dados, alteração, consultas e exclusão, são realizadas sem o uso de instruções SQL, ou seja, o desenvolvedor não precisa conhecer SQL para programar.
D
as configurações de acesso a banco de dados normalmente ficam no arquivo persistence.xml, ligado à aplicação, de forma que se for alterado o servidor de banco de dados não seja necessário alterar o código-fonte Java da aplicação.
E
as relações existentes entre as tabelas do banco de dados não são refletidas nas classes de entidade criadas na aplicação, o que torna a execução mais rápida. O mapeamento de relações é feito em tempo de execução pelas bibliotecas do provedor de persistência.
Em uma aplicação Java EE que utiliza JPA, há um arquivo XML chamado ___I___ que possui o seguinte fragmento de código fonte:
Imagem da Questão
Em uma das classes dessa aplicação, há o método a seguir:

public void getEntityManager()
{

     EntityManagerFactory emf = 
          Persistence.createEntityMangerFactory("___II___");
     EntityManager em = emf.createEntityManager():
     return em;

}

As colunas I e II são preenchidas corretamente com:
A
jpa-config.xml e controle001
B
persistence-unit.xml e bean.Funcionario
C
web.xml e persistence-unit
D
context.xml e controle001
E
persistence.xml e dataPU
Página 1 de 2