Questões

Total de Questões Encontradas: 19

Na estrutura de arquivos de configuração do JBoss Enterprise Application Platform 6, o arquivo standalone-ha.xml 
A
é necessário nos domínios autônomo e gerenciado, podendo ser lido somente pelo mestre do domínio.
B
habilita os subsistemas mod_cluster e JGroups para um servidor autônomo, para que ele possa participar de um cluster de alta disponibilidade ou de balanceamento de carga. 
C
inclui apenas os detalhes de configuração necessários para executar um servidor como um servidor mestre de domínio autônomo, não estando presente nos servidores com domínio gerenciado. 
D
inclui detalhes de configuração específicos para um host físico em um domínio gerenciado, como interfaces de rede, conexões de socket, o nome do host e outros detalhes específicos do host. 
E
inclui apenas os detalhes de configuração necessários para executar um servidor como um servidor escravo de domínio autônomo, não estando presente em servidores de domínio gerenciado. 
Ano: 2018 Banca: FGV Órgão: CMS Prova: Analista - Tecnologia da Informação
No âmbito do JBoss AS 7.x, os modos de operação disponíveis são denominados:
A
Domain e Standalone;
B
Elevated e Standard;
C
Local e Remote;
D
Monouser e Multiuser;
E
Open e Authenticated.
Ano: 2017 Banca: IBFC Órgão: TJ-PE Prova: Analista Judiciário - Analista de Sistemas
 Selecione, das alternativas abaixo, a única que identifca corretamente as três anotações para métodos de ciclo de vida de componentes no formato Jboss Seam: 
A
 @AutoCreate - @AutoDestroy - @ReadOnly
B
@Create - @Destroy - @Observer
C
@In - @Out - @ReadOnly
D
@Begin - @End - @Observer
E
@Create - @Destroy - @ReadOnly
Um Analista editou o arquivo domain.xml, deixando um fragmento do código com a seguinte configuração:
<server-groups>
    <server-group name="grupo-apps" profile="ha">
    <jvm name="default">
       <heap size="1303m" max-size="1303m"/>
       <permgen max-size="256m"/>
    </jvm>
    <socket-binding-group ref="ha-sockets"/>
</server-group>
</server-groups>

Trata-se de configurações
A
do servidor Tomcat.
B
da JVM no Java EE.
C
do JavaServer Faces.
D
do servidor JBoss AS.
E
do Enterprise JavaBeans.
Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MEC Prova: Técnico de Nível Superior - DESENVOLVEDOR
Texto Associado Texto Associado
Julgue os itens seguintes, relativos ao framework Hibernate. Nesse sentido, considere que a sigla HQL, sempre que utilizada, se refere a Hibernate Query Language.
Não devem ser utilizados juntos os frameworks JBoss Seam e Hibernate, já que os dois têm exatamente a mesma funcionalidade: o mapeamento de classes Java em tabelas do banco de dados, ou seja, o mapeamento objeto relacional (ORM).
C
Certo
E
Errado
Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ-AP Prova: Analista Judiciário - Desenvolvimento de Sistemas
Um programador web foi contratado para desenvolver um site utilizando HTML, CSS, JSP e Servlets. Para tanto, deve usar um servidor escrito em Java, que não é contêiner EJB, mas é utilizado como servlet container, denominado
A
GlassFish.
B
JBoss.
C
WebLogic.
D
Jetty.
E
WebSphere.
Um framework geralmente facilita a realização de atividades rotineiras e comuns. O JBOSS Seam é um framework que fornece um conjunto de recursos padrão Java EE para o desenvolvimento de software. Com base nesse framework, versão 1.2.1, assinale a opção correta.
A
O modelo de componente do Seam suporta dependência por injeção e bijeção. A dependência por injeção envolve uma única inicialização da referência do bean dentro do componente, e a bijeção suporta propagação das referências em dois sentidos, atualizações dinâmicas e múltiplos contextos. 
B
O JavaServer Faces, versão 1.2, agrega ao modelo do Seam os eventos de ações de páginas e os eventos voltados para componentes. 
C
O arquivo pages.xml é usado para configurar componentes básicos do Seam, habilitando o suporte para vários serviços em tempo de execução (jBPM, pageflow, e segurança). 
D
Backing Beans são utilizados como alvo de formulários de submissão e command links em aplicações web. Eles agem como parte do controlador, no padrão MVC, suportados pelos frameworks JSF e Struts. 
E
A informação, em tempo de execução, pode ser atribuída a vários contextos. No contexto de sessão, em um aplicativo, as informações podem ser compartilhadas por mais de um usuário.
Ano: 2012 Banca: CESPE Órgão: TJ-RO Prova: Analista Judiciário - Desenvolvimento de Sistemas
Acerca de JBoss Seam, JPA, facelets, JNDI e JDBC, assinale a opção correta.
A
JPA, um framework utilizado na camada de persistência, define uma forma para mapear POJO (plain old Java objects) para um banco de dados.
B
JDBC, uma biblioteca vinculada a API da arquitetura JEE, define como um cliente pode acessar bancos de dados OO exclusivamente.
C
O JBoss Seam é um framework ORM (object-relational mapping) utilizado em aplicações que facilitem as operações de persistência de objetos em bancos de dados relacionais por meio de uma conexão JDBC.
D
Facelets, componentes da arquitetura J2EE, permitem localizar objetos, distribuí-los e integrá-los por meio dos mecanismos integração e localização de serviços de nome.
E
JNDI, parte do projeto de JSF, utiliza XHTML como tecnologia de apresentação dos dados, possibilitando a separação entre as camadas de negócio e de controle.
Texto Associado Texto Associado
Julgue os itens consecutivos, relativos a JBossSeam.
Ao adicionar-se uma tag @In de uma EJB na ActionJBossSeam, a XHTML poderá acessar seus atributos.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Julgue os itens consecutivos, relativos a JBossSeam.
A anotação @End, no JBossSeam, especifica que o método anotado termina a conversação em andamento; o contexto da conversação que recebe essa anotação será destruído no final do request.
C
Certo
E
Errado
Página 1 de 2