Questões

Total de Questões Encontradas: 27

Ano: 2017 Banca: FEPESE Órgão: CIASC Prova: Analista - Analista de Informática e Suporte
Ao executar a seguinte linha de código em um bash shell script:

     VARI=’wc -l teste | awk ‘{ print $1 }''
A variável VARI conterá a quantidade de:
A
caracteres que existem no arquivo teste
B
caracteres da palavra teste.
C
linhas que existe no arquivo teste.
D
palavras que existe no arquivo teste.
E
ocorrências da palavra teste no input do usuário.
Um usuário Linux deseja verificar os últimos comandos executados, dentro da sua sessão de shell bash. Para isso, ele pode utilizar o comando nativo: 
A
lastcmd
B
usercmd
C
history
D
review
E
printcmd
Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: STJ Prova: Analista Judiciário - Infraestrutura
Texto Associado Texto Associado
Julgue os seguintes itens, relativos à programação em Shellscript.
O resultado da execução do script Bash mostrado a seguir é representado por Valor final é 6.

var=0
func() {
     local var=$var;
     let var=var+1
}
while [ $var -lt 5 ]; do
     let var=var+1
done
func;
echo Valor final é $var
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considere que o script apresentado, escrito na linguagem AWK, esteja presente em um arquivo de nome media.awk. Considere ainda que, no console do operador, o seguinte comando tenha sido executado dentro do diretório em que está localizado o referido arquivo: 
wc –l media.awk | awk –f media.awk

Com base nessas informações, julgue os próximos itens. 
A string 1 "linhas lidas" foi apresentada na saída do console. 
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considere que o script apresentado, escrito na linguagem AWK, esteja presente em um arquivo de nome media.awk. Considere ainda que, no console do operador, o seguinte comando tenha sido executado dentro do diretório em que está localizado o referido arquivo:
wc –l media.awk | awk –f media.awk

Com base nessas informações, julgue os próximos itens. 
A linha 2 do script foi executada duas vezes.
C
Certo
E
Errado
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
O interpretador de comandos bash permite a verificação do status do encerramento do último comando ou função executado no script. Um exemplo de trecho de código fonte que verifica o valor desse status é: 
A
if [ $? -ne 0 ]; then exit; fi  
B
if [ $# -ne 0 ]; then exit; fi  
C
if [ $0 -eq 1 ]; then exit; fi 
D
if [ $* -eq 1 ]; then exit; fi 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - Suporte e Infraestrutura
Processos de automatização de tarefas mais complexas pode exigir a verificação de uma ação para a execução de uma segunda ação somente se a primeira apresentar erro.  

Dentre as opções relacionadas abaixo, a que representa uma linha de script de bash que executará “comando02” somente se “comando01” apresentar erro é: 
A
comando01 ; comando02  
B
comando01 || comando02  
C
comando01 && comando02  
D
comando01 ; else  comando02
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - GRID
O administrador do sistema precisa fazer um script shell (para bash) que recebe 3 argumentos, em ordem: o caminho de um diretório que contém apenas arquivos, uma string a ser buscada e o nome de um arquivo para armazenar o resultado do script. O script deve entrar no diretório informado, concatenar todos os arquivos, buscar pela string e anexar as linhas onde a string é encontrada no final do arquivo de resultado. O arquivo de resultado não pode ser apagado no começo do script. Ao fim, o script deve navegar para o diretório home do usuário.  

O script que faz esse procedimento é: 
A
cd $1; cat * | grep $2 > $3; cd  
B
cd $1; cat * | filter $2 > $3; cd 
C
cd $p1; cat * | grep $p2 > $p3; cd  
D
cd $p1; cat * | filter $p2 > $p3; cd 
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - GRID
O administrador do sistema precisa fazer um script shell (para bash) que receba como argumento o nome de um usuário e informe apenas se o usuário em questão está ou não logado no sistema. Não devem ser exibidas na tela outras informações adicionais sobre o usuário.  

O script que faz esse procedimento é:
A
if who | grep $1; then echo $1 logado; else echo $1 nao logado; fi 
B
if who | grep $1 >/dev/null; then echo $1 logado; else echo $1 nao logado; fi
C
if who $user >/dev/null; then echo $user logado; else echo $user nao logado; fi
D
if who –user $1 >/dev/null; then echo $user logado; else echo $user nao logado; fi   
Ano: 2015 Banca: UERJ Órgão: UERJ Prova: Analista de Sistemas - GRID
Um usuário pesquisador tem um programa (analisador) que recebe como argumento o caminho  de um arquivo e faz sua leitura e processamento. O que é feito no processamento é irrelevante.  O usuário tem no diretório /analise milhares de arquivos a serem processados. Os arquivos em questão possuem a extensão “.entrada”. Não existem diretórios dentro de /analise. Para executar a análise  do arquivo a1.entrada, o usuário deve entrar no diretório /analise e digitar o comando: analisador a1.entrada > /res/a1.entrada.resultados 

O resultado da análise é então gravado no arquivo a1.entrada.resultados, na pasta /res. Como são muitos arquivos a serem analisados, o usuário precisa automatizar, com um script para shell, a tarefa de disparar o programa para todos os arquivos (com extensão .entrada) da pasta de onde o usuário executa o script.  O pesquisador usa um shell bash. 

O código do script que realiza esse procedimento é: 
A
for arq in * { analisador ${arq} > /res/${arq}.resultados } 
B
for arq in *.entrada ; analisador $arq > /res/$arq.resultados 
C
for arq in * ; do analisador ${arq} > /res/${arq}.resultados; done
D
for arq in *.entrada ; do analisador $arq > /res/$arq.resultados; done 
Página 1 de 3