Questões

Total de Questões Encontradas: 08

Ano: 2019 Banca: INAZ Órgão: CORE-SP Prova: Técnico - Tecnologia da Informação
Texto Associado Texto Associado
      Solidão Coletiva – uma crônica sobre o vazio de uma cidade grande

 
      Se pararmos para pensar, a solidão nos persegue. Sempre estamos tão juntos e, ao mesmo tempo, tão sozinhos.

      O simples fato de estarmos rodeados por dezenas, centenas ou milhares de pessoas, não nos garante que pertençamos ao grupo.

      A cidade é um dos maiores exemplos. Trem, metrô, ônibus em horário de pico. Homens ou mulheres. Jovens ou velhos. Gordos ou magros. Trabalho ou estudo. Cada um do seu jeito, indo cuidar da sua própria vida. Não há conversa ou um sorriso amigável. Rostos sérios e cansados sem ao menos se preocupar em lhe desejar um bom dia. Parece que ninguém está tendo um bom dia.

      Na rua, todos têm pressa. Mochila à frente do corpo, senão você é roubado. Olhar no chão para manter o ritmo do passo, ou logo à frente, como quem quer chegar logo sem ser importunado.

      Um braço estendido me tira do devaneio. É alguém sentado no chão, com um cobertor fino, pedindo algumas moedas. Como boa integrante de uma multidão fria e apressada, ignoro e continuo meu caminho. Essa é uma visão tão rotineira que se torna banal e, assim como eu, ninguém ali observou aquele cidadão com olhos sinceros. Não me julgue, eu sei que você faz o mesmo. O calor humano não parece suficiente para aquecer corações.

      É um mar de gente. Mas não me sinto como mais uma onda, que compõe a beleza do oceano. Sinto-me em um pequeno barco à vela, perdida em alto mar. Parada no meio da multidão, sinto sua tensão constante, como se a qualquer momento fosse chegar um tsunami. Sinto-me naufragando.

      Você já pegou a estrada à noite? É ali que percebemos que a cidade nunca dorme por completo. Carros a perder de vista em qualquer horário, com luzes que compõem uma beleza única. Porém, esquecemos que em cada carro não existe somente uma pessoa ou outra, mas sim histórias.

      Para onde cada um está indo é um mistério. Neste momento, percebo que, assim como eu enxergava alguns minutos atrás, ninguém ali me vê como ser humano. Veem-me como mais um carro, mais uma máquina que atrapalha o trânsito de um local tão movimentado. Só eu sei meu próprio caminho e para onde vou. Estou sozinha entre centenas de pessoas.

      Mesmo assim, muitas dizem preferir a cidade ao campo. Morar no interior não é uma opção para a maior parte das multidões – elas dizem que lá não há nada de interessante acontecendo e o silêncio da natureza as faz sentir muito distantes do mundo.
Por Beatriz Gimenez Disponível em: https://falauniversidades.com.br/cronica-solidao-cidade-grande/
As palavras da frase “Rostos sérios e cansados” pertencem, respectivamente, às classes gramaticais dos (as):
A
Pronomes; advérbios; conjunções e advérbios.
B
Adjetivos; substantivos; preposições; substantivos.
C
Substantivos; advérbios; conjunções e advérbios.
D
Pronomes; adjetivos; preposições e adjetivos.
E
Substantivos; adjetivos; preposições; adjetivos.
Texto Associado Texto Associado
Texto 7
“O vôo de Santos Dumont foi fruto de uma idéia revolucionária,
assim como os micro-computadores e a rêde que hoje chamamos
de Internet”.
No texto 7, o segmento “ideia revolucionária” poderia ter trocado a ordem de suas palavras (revolucionária ideia) sem que isso modificasse suas classes gramaticais; a opção abaixo em que isso também ocorre é:
A
nova escultura;
B
jovem professora;
C
imigrante trabalhador;
D
velho pescador;
E
fanático marxista.
Os substantivos coletivos em língua portuguesa podem ser específicos (“cardume” só se aplica a peixes) e gerais (“grupo” se aplica a uma grande diversidade de elementos).

Assinale a opção em que o termo precedido da preposição de tem a função de especificar um termo coletivo geral anterior.
A
“mercadinho de bairro”. 
B
“maços de espinafre”. 
C
“consumiria de imediato”. 
D
“postos de combustível”
E
“comportamento de muita gente”. 
Texto Associado Texto Associado
NÃO FALTOU SÓ ESPINAFRE
A crise não trouxe apenas danos sociais e econômicos. Mostrou
também danos morais.
Aconteceu num mercadinho de bairro em São Paulo. A dona,
diligente, havia conseguido algumas verduras e avisou à clientela.
Formaram-se uma pequena fila e uma grande discussão. Uma
senhora havia arrematado todos os dez maços de espinafre. No
caixa, outras freguesas perguntaram se ela tinha restaurante.
Não tinha. Observaram que a verdura acabaria estragada. Ela
explicou que ia cozinhar e congelar. Então, foram ao ponto:
caramba, havia outras pessoas na fila, ela não poderia levar só o
que consumiria de imediato?
“Não, estou pagando e cheguei primeiro”, foi a resposta.
Compras exageradas nos supermercados, estoques domésticos,
filas nervosas nos postos de combustível – teve muito
comportamento na base de cada um por si.
Cabem nessa categoria as greves e manifestações oportunistas.
Governo, cedendo, também vou buscar o meu – tal foi o
comportamento de muita gente.
Carlos A. Sardenberg, in O Globo, 31/05/2018.
“A dona, diligente, havia conseguido algumas verduras...”.

No contexto, o vocábulo “diligente” indica 
A
inteligência. 
B
esperteza.  
C
honestidade. 
D
competência.  
E
eficiência.  
Ano: 2014 Banca: IDECAN Órgão: DETRAN-RO Prova: Analista em Trânsito - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Esta semana, uma revista de automóveis trouxe o lançamento de um novo modelo de carro e publicou o seguinte  comunicado: “Ele pode ser adquirido na cor verde‐clara, já vem com porta‐copo e alto‐falante de série”. Marque a  alternativa que apresenta corretamente o plural dos substantivos compostos. 
A
 verde‐claras / porta‐copos / alto‐falantes  
B
verdes‐claras / porta‐copos / altos‐falantes  
C
verde‐clara / portas‐copos / alto‐falantes      
D
verdes‐claras / portas‐copos / altos‐falantes  
E
verde‐claras / porta‐copos / altos‐falantes
Ano: 2013 Banca: IDECAN Órgão: CREFITO - PR Prova: Técnico - Informática
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Assinale a alternativa em que os vocábulos pertençam, respectivamente, às classes de palavras: pronome, verbo, substantivo.
A
nós – dessa – gripe 
B
 o que – pegar – dessa 
C
se – cuidar – governo 
D
até – vamos – dengue 
E
isso – cuidou – dengue 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O uso das letras iniciais maiúsculas em “Império Romano” (l.7), “Cristianismo” (l.8) e “Revolução Francesa” (l.10-11) são exemplos de que substantivo usado para designar ente singular deve ser grafado com inicial maiúscula, como, por exemplo, Lei n.º 8.888/1998.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
No Texto II, o adjetivo consideradas (. 28-29) concorda com os substantivos multiplicidade e variedade em gênero e número.

A concordância nominal NÃO está de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa em:
A
A falta de infraestrutura e o tamanho das cidades são culpados pelo fracasso.
B
Cidades e regiões rurais parecem ser afetadas por problemas de tipos diferentes.
C
Os grandes centros mundiais e as cidades brasileiras estão destinadas ao caos urbano.
D
Os shopping centers e os condomínios residenciais são fechados ao público externo.
E
Transportes públicos de qualidade e organização do espaço são necessários à urbanização.
Página 1 de 1