Questões

Total de Questões Encontradas: 959

Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Pode-se depreender do texto a contraposição entre
A
complexidade do ser e vida concreta.
B
desemprego e perda da identidade.
C
vida concreta e sujeito abstrato.
D
poetas e saltimbancos.
E
laços familiares e vida concreta.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Afirma-se corretamente sobre o texto:
A
Para a autora, a originalidade de Paulo Leminski obstruiu a capacidade de comunicação do poeta, o que, no entanto, não enfraquece sua obra.
B
A autora atribui ao caráter ininteligível de Paulo Leminski o motivo de o poeta ter sido ignorado pelo júri do concurso.
C
O tempo transcorrido entre a época do concurso e o momento atual serviu para colocar Paulo Leminski no mesmo patamar dos autores premiados.
D
O equívoco mencionado pela autora refere-se ao fato de Paulo Leminski não ter ficado com o primeiro lugar no concurso citado.
E
Segundo a autora, a diversidade encontrada nos livros de Paulo Leminski faz com que sua obra seja ainda hoje considerada hermética e destinada ao futuro.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Atente para o que se afirma abaixo.

I. Depreende-se do poema que é preciso mais do que apenas nosso desejo para a resolução de dificuldades.
II. Segundo o texto, o remorso deve ser evitado, bastando, para tanto, que não se evoque o passado a todo o momento.
III. Infere-se do texto que as mágoas podem desaparecer na medida em que não forem cultivadas.

Está correto o que se afirma APENAS em:
A
I e III.
B
I e II.
C
II e III.
D
I.
E
II.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
No texto, o autor
A
lamenta o fato de que nossos sentidos não sejam capazes de captar a imensa gama de informações presentes no Universo.
B
aponta para a função protetora dos órgãos sensoriais, cuja seletividade, embora implique perdas, nos é benéfica.
C
constata que, com o uso da tecnologia, a percepção visual humana pode alcançar o nível de percepção visual das abelhas, e vir a captar raios ultravioleta.
D
discorre sobre uma das máximas de William Blake, para quem a inquietação humana deriva do fato de não se franquearem as “portas da percepção”.
E
comprova que alterações na percepção sensorial humana causariam danos irreparáveis ao cérebro.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Depreende-se corretamente do texto: 
A
A estética do Cinema Novo, que marcou época no Brasil, contribuiu para que surgisse, na cena musical, o movimento conhecido como Tropicalismo. 
B
Embora o Cinema Novo não tenha conseguido atingir suas metas comerciais, a qualidade estética de suas obras era superior à das obras produzidas pelo cinema comercial.
C
A ampliação da televisão no Brasil, cuja audiência foi sempre maior do que a do cinema, teve papel determinante na derrocada do Cinema Novo.
D
Como seus integrantes estavam comprometidos com os problemas sociais e políticos do país, o Cinema Novo suscitou polêmicas que levaram à volta da censura.
E
O Tropicalismo, movimento liderado por dissidentes do Cinema Novo, se desenvolveu concomitantemente à decadência do teatro nacional.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Segundo o autor,
A
a figura de Napoleão passou a exercer forte apelo no campo do imaginário, servindo de modelo de inaudita superação da condição social.
B
os franceses descartam assumir Napoleão como modelo, buscando valorizar tão somente a sua participação na revolução de 1789.
C
os parentes dos milhares de franceses mortos nas guerras napoleônicas relevaram a perda dos familiares em função da grande prosperidade trazida por Napoleão.
D
a Revolução de 1789 foi um mito menos relevante do que o de Napoleão, pois as obras deste permanecem vivas e aquela não teria sido mais que um sonho.
E
os méritos pessoais de Napoleão nada têm a ver com o mito que se criou em torno de sua figura, surgido apenas de sua trajetória casualmente vitoriosa. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerada como órgão desta função, avulta incomparável, no mundo moderno, a sua grandeza.

O sentido da afirmativa acima está corretamente reproduzido, em linhas gerais, dentro do contexto do 1o parágrafo, com clareza e lógica, em:
A
A função que a imprensa tem no mundo moderno, em que se vive hoje, é de ser extraordinariamente grande, por ser de uso de governos.
B
No mundo moderno atualmente, a imprensa tem função tida como que superior a todas as instituições, quer de governo, quer de ensino.
C
A imprensa, palco de disseminação de ideias e de conhecimentos, assume extraordinária relevância no mundo moderno.
D
O palco que se encontra como meio da imprensa, no mundo moderno, está sendo de importância relevante, com função de instrução.
E
Nessa função de governo e de ensino, a imprensa, vem aparecendo como vulto sem comparação, no mundo moderno.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Está correto o que se afirma em:
A
Como meio de propagação de ideias, a imprensa livre recupera o prestígio da palavra falada, ainda que eventualmente se mostre parcial ao dissimular a verdade dos fatos, no interesse de manutenção da ordem social.
B
Do mundo antigo ao moderno, a palavra falada, ora substituída pela imprensa, bastou para que governantes se sobrepusessem aos interesses e aos desígnios das respectivas sociedades.
C
Somente o respeito à verdadeira palavra, associado intrinsecamente aos governantes, de modo geral, garante-lhes tanto a soberania sobre seus governados, quanto a ordem necessária ao convívio social.
D
O jornalismo, herdeiro das tradições originárias do hábito de ouvir os discursos de governantes de todas as épocas, tem perdido prestígio, atualmente, em razão de nem sempre manter-se imparcial em relação aos fatos noticiados.
E
A imprensa, tendo sucedido aos discursos e à palavra falada, tem máxima importância atualmente em sua atuação na sociedade, desde que se man- tenha nos estritos limites éticos da verdade. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Para uma, no entanto, guardou ele as melhores palavras, as mais doces, as mais ternas, as mais belas. Essa noiva tem um nome lindo, negra: liberdade.

A opinião exposta por Jorge Amado encontra respaldo, principalmente, nos versos de Castro Alves transcritos em: 
A
Eras tu que, com os dedos ensopados
No sangue dos avós mortos na guerra,
Livre sagravas a Colúmbia terra,
Sagravas livre a nova geração! 
B
Escravo, dá-me a c'roa de amaranto
Que mandou-me inda há pouco Afra impudente,
Orna-me a fronte... Enrola-me os cabelos
Quero o mole perfume do Oriente. 
C
Vai funda a tempestade no infinito,
Ruge o ciclone túmido e feroz...
Uiva a jaula dos tigres da procela
            − Eu sonho a tua voz −
D
Mas não...! Somente as vagas do sepulcro
Hão de apagar o fogo que em mim arde...
Perdoa-me, Senhora! ... Eu sei que morro...
            É tarde!  É muito tarde!... 
E
Corre nas veias negras desse mármore  
Não sei que sangue vil de messalina,  
A cova, num bocejo indiferente,  
Abre ao primeiro a boca libertina
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O segmento que, no contexto do 2o parágrafo, expressa noção de consequência é:
A
E deixou o ar mais puro, a sua lembrança imortal.
B
Já viste da beira do cais o vento noroeste se despenhar sobre a cidade e o mar...
C
Mas, mesmo depois que o noroeste passa e volta a calmaria...
D
Tinha a força do vento noroeste, o seu ímpeto, a sua violência.
E
É rápido, inquietante, belo, quase irreal.
Página 91 de 96