Questões

Total de Questões Encontradas: 60

Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O texto deixa claro que o inconformismo dos jovens na década de 60 e em parte na de 70 estabelecia uma forte oposição de valores e atitudes, tal como a que se verifica entre os segmentos  
A
alto grau de inconformismo / numa recusa permanente (1º e 2º parágrafos)  
B
crítica aos valores estabelecidos / oposição aos regimes autoritários (1º parágrafo)  
C
entravam em organizações políticas clandestinas / atuação nos partidos de esquerda (2º e 3º parágrafos)  
D
engajamento de jovens da classe média / mobilizações estudantis (3º parágrafo)  
E
assumir um emprego formal / sobrevivendo por meio de atividades alternativas (2º parágrafo) 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Deve-se deduzir da leitura do texto, essencialmente, que os jovens,  
A
em qualquer época, levantam-se contra a ordem estabelecida para rejeitar os direitos constitucionais da cidadania.  
B
em variados contextos históricos, fazem ouvir seus protestos contra a ordem social e assumem novos padrões de valor.  
C
nos momentos políticos mais agudos, organizam-se em novas associações de classe para combater a velha estrutura dos partidos.  
D
nos momentos de imobilismo social, revoltam-se contra as velhas práticas econômicas e reorganizam o sistema financeiro.  
E
em ocasiões propícias, recusam as práticas sociais vigentes e propõem a regulamentação delas por meio de instituições mais sólidas. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerando-se a necessidade de que os tempos e modos verbais de uma frase devem estar em adequada correlação, o segmento Uma obra de arte mal concebida seria aquela em que os recursos expressivos utilizados deverá ser completado por: 
A
não nos convencessem de sua verdade própria.
B
não nos estarão convencendo de sua realidade.
C
não terá sua realidade capaz de nos convencer.
D
não nos haviam convencido de sua verdade.
E
não podiam convencer-nos de sua realidade.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Transpondo-se para a voz passiva a forma ____________, ela deverá adotar a forma ____________.

Preenchem corretamente as lacunas da frase acima:
A
estaria reconhecendo o efeito vivo / ficaria reconhecido o efeito vivo. 
B
queremos escapar do poder real / o poder real quer escapar de nós 
C
tem que suspender a leitura / tem suspendido a leitura
D
a linguagem que ele concebeu / a linguagem que foi por ele concebida 
E
parece não haver mais nada / nada parecia ter havido 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
As normas de concordância verbal estão plenamente observadas na frase:  
A
As reações de uma criança, assustada diante de um filme de terror, não precisa ser recriminada, pois o medo dela não é ficcional.
B
Devem-se aos contos e romances de Guimarães Rosa o reconhecimento pelo universo tão expressivo que oferecem a quem os leia.
C
Às canções ou sonatas que tão comovido deixam o ouvinte não falta a inspiração de quem as compôs, nem a arte de quem as executa.
D
Os chamados “fingimentos” da arte, palavra tão depreciativa, constitui de fato o modo pelo qual ela se faz verdadeira.
E
Carece de razão, para sermos justos, as acusações que recaem sobre a arte, sob o pretexto de que ela vive “apenas” na nossa imaginação.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Está plenamente clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
A
Muitos acreditam que a arte, por ser uma ilusão, não exerce, de fato, qualquer efeito real sobre a nossa percepção.
B
Tem gente que pensa que a arte sendo uma ilusão, contraria a verdadeira realidade aonde todos nós vivemos.
C
O autor do texto vale-se de Guimarães Rosa, pelo qual exerce tamanha influência sobre nós que simula ser igualmente real.
D
Ouvindo-se uma bela música, é possível que o sublime alcançado nos almeje de tal modo que não o renunciemos por nada.
E
Se um símbolo fosse apenas um símbolo, não haveria porque emocionarmos, dado que ele não diverge da nossa sensibilidade.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerando-se o contexto, traduz-se adequadamente o sentido de um segmento em: 
A
disposição emocional (3º parágrafo) = carência afetiva   
B
numa autonomia plena (2º parágrafo) = numa completa autossuficiência  
C
ingênua alegação (3º parágrafo) = submissa convicção  
D
é contrária a qualquer verdade (2º parágrafo) = inverte o sentido dos fatos  
E
plataforma do sublime (3º parágrafo) = relativização da fantasia 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
No 2º parágrafo, a referência ao escritor Guimarães Rosa justifica-se porque o autor deseja mostrar que 
A
o efeito provocado pela arte é significativo mas efêmero, já que se apaga em contato com o mundo real.
B
o universo criado por esse autor mineiro é o da ficção científica tão bem idealizada que passamos a temer o sobrenatural. 
C
mesmo a linguagem mais tradicional, explorada por esse autor, é capaz de nos convencer da realidade que a arte representa. 
D
a realidade nua e crua do sertão, expressa nas obras desse autor, não contrasta com a realidade do nosso cotidiano urbano. 
E
a força da ficção é tão profunda que por vezes nos faz estranhar a realidade mesma do mundo em que vivemos. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considere as seguintes afirmações:

  I.  No 1º parágrafo, por meio da cena entre o pai e o filho, demonstra-se que não há razão para alguém sentir medo por conta de um filme.  
 II. No 2º parágrafo, afirma-se que a “realidade do mundo” supera toda e qualquer tentativa de lhe dar uma expressão convincente.  
III. No 3º parágrafo, a comoção humana provocada pelo símbolo artístico desautoriza aqueles que jul- gam o artista uma espécie de impostor.

Em relação ao texto, está correto APENAS o que se afirma em
A
I.  
B
II.  
C
III.  
D
I e II. 
E
II e III. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Expressões como isso é só um filme, é só música, um símbolo é apenas um símbolo são utilizadas no texto para
A
comprovar a tese de que a arte é uma ilusão a que não se deve dar crédito. 
B
exemplificar as razões que se costuma alegar para subestimar as obras de arte. 
C
endossar a opinião do autor do texto de que não vale a pena sofrer ou alegrar-se com a arte.
D
recriminar os que se esquecem dos efeitos  nefastos da linguagem artística.
E
lembrar ao público que não tem sentido trocar a realidade pelo entretenimento.
Página 6 de 6