Questões

Total de Questões Encontradas: 101

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF 4ª REGIÃO (SUL) Prova: Analista Judiciário - Informática
No âmbito do MPS.BR − Guia Geral MPS de Software (Agosto de 2012), a capacidade do processo possui nove Atributos de Processos − AP. Cada AP está detalhado em termos de Resultados esperados do Atributo de Processo − RAP para alcance completo do atributo de processo.

Analise o seguinte:

Quando o AP é uma medida do quanto as mudanças no processo são identificadas a partir da análise de defeitos, problemas, causas comuns de variação do desempenho e da investigação de enfoques inovadores para a definição e implementação do processo, tendo, dentre outros, os seguintes resultados esperados:

RAP 35. Objetivos de negócio da organização são mantidos com base no entendimento das estratégias de negócio e resultados de desempenho do processo;

RAP 36. Objetivos de melhoria do processo são definidos com base no entendimento do desempenho do processo, de forma a verificar que os objetivos de negócio relevantes são atingíveis;

RAP 42. Uma estratégia de implementação para as melhorias selecionadas é estabelecida para alcançar os objetivos de melhoria do processo e para resolver problemas.

É correto que se trata do AP 5.1, ou seja, que o processo é 
A
medido.
B
otimizado continuamente.
C
controlado.
D
definido.
E
objeto de melhorias incrementais e inovações. 
O processo que trata da gerência dos requisitos junto aos grupos de interessados aparece na abordagem de implementação por estágios do CMMI, no nível de maturidade ___I___ , com o nome de processo Gestão de Requisitos (REQM). No MPS.BR, aparece no nível de maturidade ___II___ , com o nome Gerência de Requisitos (GRE).

Preenchem, correta e respectivamente, as lacunas I e II:
A
3 (Definido) − D (Largamente Definido)  
B
3 (Definido) − E (Parcialmente Definido) 
C
4 (Gerenciado Quantitativamente) − B (Gerenciado Quantitativamente) 
D
5 (Otimizado) − A (Em otimização)  
E
2 (Gerenciado) − G (Parcialmente Gerenciado) 
O modelo MPS.BR
A
deve ser utilizado apenas em micro, pequenas e médias empresas.
B
baseia-se nos conceitos de maturidade e capacidade de processo para a avaliação e melhoria da qualidade e produtividade de produtos de software e serviços correlatos.
C
não é compatível com os padrões de qualidade e modelos de melhoria de processo já disponíveis.
D
é um modelo de melhoria de processo do software criado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia para atender as empresas públicas.
E
está dividido em três componentes: Modelo de Referência (MR-MPS), Método de Avaliação (MA-MPS) e Modelo de Governança (MG-MPS). 
Texto Associado Texto Associado
Tendo como referência o modelo CMMI (capability maturity model integration), versão 1.3, e o guia geral de serviços de melhoria de processos do software brasileiro (MPS.BR), versão 2012, julgue os itens seguintes.
A norma NBR ISO/IEC 12207 — uma das bases técnicas para a definição do modelo MPS — é aplicável não só ao desenvolvimento de produtos de software, mas também à aquisição de sistema ou serviço.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Tendo como referência o modelo CMMI (capability maturity model integration), versão 1.3, e o guia geral de serviços de melhoria de processos do software brasileiro (MPS.BR), versão 2012, julgue os itens seguintes.
Na análise de desempenho, para que a unidade organizacional se mantenha no nível de maturidade A (em otimização) do MPS.BR, uma das exigências é de que, em pelo menos um dos processos selecionados, sejam implementados os atributos de processo executado e gerenciado.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
Tendo como referência o modelo CMMI (capability maturity model integration), versão 1.3, e o guia geral de serviços de melhoria de processos do software brasileiro (MPS.BR), versão 2012, julgue os itens seguintes.
Para alcançar o nível de maturidade D (largamente definido) do MPS.BR, a unidade organizacional precisa satisfazer aos atributos dos processos de desenvolvimento do sistema de serviços (DSS) e orçamento e contabilização de serviços (OCS).
C
Certo
E
Errado
Ano: 2012 Banca: AOCP Órgão: TCE-PA Prova: Assessor Técnico - Analista de Sistemas
O MPS.BR apresenta 7 níveis de maturidade, quatro deles são: 
A
Otimizado, Gerenciado Quantitativamente, Ad-Hoc. 
B
Em Otimização, Definido, Parcialmente Gerenciado. 
C
Parcialmente Definido, Mensuração e Análise, Definido.
D
Parcialmente Gerenciado, Definido, Mensuração e Análise.
E
Iniciado, Parcialmente Gerenciado, Gerenciado Quantitativamente. 
Ano: 2012 Banca: AOCP Órgão: TCE-PA Prova: Assessor Técnico - Analista de Sistemas
O MPS.BR ou Melhoria de Processos do Software Brasileiro é um movimento para a melhoria da qualidade (Programa MPS.BR) e um modelo de qualidade de processo (Modelo MPS), voltado para a realidade do mercado de pequenas e médias empresas de desenvolvimento de software no Brasil. O MPS.BR foi inspirado nas normas
A
ISO 9000 e ISO/IEC 20000.
B
ISO/IEC 20000 e ISO/IEC 17025.
C
ISO/IEC 20000 e ISO/IEC 27001.
D
ISO/IEC 12207 e ISO/IEC 15504.
E
ISO/IEC 27001 e ISO/IEC 27002.
Ano: 2012 Banca: FCC Órgão: TST Prova: Analista Judiciário - Analista de Sistemas
O modelo MPS.BR (Melhoria de Processos do Software Brasileiro)
A
apresenta um conjunto de recomendações baseadas na ISO/IEC 12207 e na ISO/IEC 15504, específico para empresas de grande porte.
B
é composto por 5 níveis de maturidade, sendo estes níveis classificados em “Inicial”, “Gerenciado”, “Definido”, “Gerenciado Quantitativamente” e “Em Otimização”.
C
possui compatibilidade com o modelo CMMI-DEV, visto que o modelo MPS.BR possui o mesmo conjunto de áreas de processo e a mesma organização de métricas de capacidades para obtenção de maturidade. 
D
tem o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, FINEP e Banco Interamericano de Desenvolvimento, possuindo um custo de certificação semelhante ao CMMI, bastante adequado à realidade brasileira.
E
é baseado nas normas ISO/IEC 12207 e ISO/IEC 15504, promovendo a melhoria dos processos de desenvolvimento de software brasileiro, em especial, para empresas de pequeno e médio porte, compatível com o modelo CMMI-DEV.
Ano: 2012 Banca: FCC Órgão: TRE-SP Prova: Analista Judiciário - Analista de Sistemas
Segundo o MPS.BR, a capacidade do processo é representada por um conjunto de atributos de processos descritos em termos de resultados esperados. A capacidade do processo expressa o 
A
patamar de evolução de processos e estágios de melhoria da implementação.
B
objetivo geral a ser atingido durante a execução do processo. 
C
grau de refinamento e institucionalização com que o processo é executado. 
D
quanto os produtos de trabalho produzidos pelo processo são gerenciados apropriadamente. 
E
quanto um processo padrão é mantido para apoiar a implementação do processo definido. 
Página 5 de 11