Questões

Total de Questões Encontradas: 40

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
O Microsoft Office é um produto que conta com recursos inexistentes em outras suítes de escritório, no entanto, trata-se de um produto proprietário, de código fonte fechado, sendo uma solução paga. Em busca de formas alternativas de ferramentas de escritório, um Analista de Desenvolvimento do CNMP realizou uma pesquisa, que constatou que 
A
a Norma ABNT NBR ISO/IEC 26300:2008 cuida da especificação do formato Open Document Format for Office Applications, um formato de arquivo aberto, baseado em HTML para aplicações de escritório.
B
com a utilização de padrões abertos, como o ODF, os documentos gerados podem ser usados entre diversas ferramentas compatíveis, independente do aplicativo usado para manipulá-lo.
C
o padrão ODF se refere aos formatos dos arquivos do OpenOffice.org. Desta forma, as ferramentas deste pacote são as únicas que podem servir de alternativa a suítes de escritório proprietárias. 
D
a Norma ISO 32000-1:2008 define os processos específicos para conversão de documentos em formato PDF, além de detalhes técnicos para o projeto de interfaces com o usuário e renderização de imagens neste padrão aberto.
E
o formato ODF tem como foco aplicações para escritório e as extensões dos tipos de arquivo mais utilizados são: .odt para texto, .odp para planilha de cálculo, .ods para apresentação de slides e .odb para imagens. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Uma das recomendações do Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico (eMAG versão 3.1) é “fornecer âncoras para ir direto a um bloco de conteúdo”. Para isso, apresenta a tabela abaixo, na qual são listados os mecanismos em CSS para ocultar elementos e seus efeitos na acessibilidade. 
Imagem da Questão
Completam corretamente as lacunas da tabela:
A
I. text-indent: none;    
II. O elemento fica oculto e não ocupa espaço
III. Os leitores de tela não acessam o conteúdo
B
I. text-indent: 0;    
II. O elemento fica oculto, mas continua a ocupar o espaço que normalmente ocuparia  
III. Os leitores de tela ignoram o conteúdo
C
I. text-indent: −999em;    
II. O elemento fica oculto e não ocupa espaço  
III. Os leitores de tela ignoram o conteúdo
D
I. text-indent: 0;    
II. O elemento fica oculto e não ocupa espaço  
III. Os leitores de tela não acessam o conteúdo 
E
I. text-indent: −999em;    
II. O elemento fica oculto, mas continua a ocupar o espaço que normalmente ocuparia  
III. Os leitores de tela acessam o conteúdo 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
A usabilidade tem como objetivo elaborar interfaces capazes de permitir uma interação fácil, agradável, com eficácia e eficiência. Deve induzir à criação de interfaces transparentes de maneira a não dificultar o processo, permitindo ao usuário pleno controle do ambiente evitando que este se torne um obstáculo durante a interação. A usabilidade pode ser dividida em cinco critérios básicos, dentre os quais NÃO consta:
A
Intuitividade: o sistema deve apresentar facilidade de uso permitindo que mesmo um usuário sem experiência seja capaz de produzir algum trabalho satisfatoriamente.
B
Memorização: suas telas devem apresentar facilidade de memorização permitindo que usuários ocasionais consigam utilizá-lo mesmo depois de um longo intervalo de tempo.
C
Performance: o sistema deve ser projetado tendo como alvo principal usuários experientes, capazes de superar dificuldades de aprendizagem e ter alta performance na utilização. 
D
Erro: a quantidade de erros apresentados pelo sistema deve ser o mais reduzido possível. Erros graves ou sem solução não podem ocorrer.
E
Satisfação: o sistema deve satisfazer os usuários, sejam eles iniciantes ou avançados, permitindo uma interação agradável. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
As tarefas de Engenharia de Requisitos ajudam a levar a um entendimento de qual será o impacto do software sobre o negócio, quais são as necessidades do cliente e como os usuários finais irão interagir com o software. Existem sete etapas na Engenharia de Requisitos que executam funções distintas e, embora possam interagir entre si, sugerem uma ordem sequencial, qual seja:

− A concepção é a primeira etapa da Engenharia de Requisitos e nessa etapa procura-se definir o escopo e a natureza do problema que está se tentando resolver para o cliente;  
− A ___I___ etapa é a de negociação, na qual se definem quais são as prioridades, o que é essencial e quando é necessário;  
− A ___II___ etapa é a de levantamento/elicitação, em que se procura ajudar os interessados a definir o que é necessário;  
− A ___III___ etapa é a de elaboração em que os requisitos básicos são refinados e modificados;  
− Na ___IV___ etapa, validação, é realizada uma revisão e validação, junto com os stakeholders, para garantir que o entendimento dos problemas coincide com o que os interessados haviam explicado;  
− Na ___V___ etapa, de especificação, o problema é especificado;  
− Na sétima etapa, que é a Gestão dos Requisitos, os requisitos são controlados.

As lacunas de I a V correspondem, correta e respectivamente, a: 
A
quarta - segunda - terceira - sexta - quinta
B
segunda - terceira - quarta - quinta - sexta
C
terceira - quarta - sexta - quinta - segunda
D
sexta - quinta - quarta - segunda - terceira
E
quinta - segunda - terceira - sexta - quarta 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Um Analista de Desenvolvimento de Sistemas do CNMP deve indicar o padrão de projeto mais adequado para ser aplicado na seguinte situação:

    Uma aplicação que existe simultaneamente em um dispositivo móvel e no ambiente corporativo, necessita de um processo de sincronização entre as informações processadas no dispositivo móvel e na base corporativa. Ambas as aplicações devem se comunicar com um objeto que deve ser único para processar este sincronismo, a fim de evitar a possibilidade de criar dados na base.

O padrão de projeto corretamente indicado pelo Analista deve ser 
A
Prototype, um padrão estrutural, que busca fornecer uma interface para criação de famílias de objetos relacionados ou dependentes sem especificar suas classes concretas.
B
Singleton, um padrão de criação, que busca garantir que um objeto terá apenas uma única instância, ou seja, uma classe irá gerar apenas um objeto e que este estará disponível de forma única para todo o escopo de uma aplicação.
C
Command, um padrão comportamental, que busca definir o fluxo de um algoritmo em uma operação, postergando (deferring) alguns passos para subclasses, sem mudar a estrutura do mesmo.
D
Façade, um padrão estrutural, que busca garantir que um objeto terá apenas uma única instância, ou seja, uma classe irá gerar apenas um objeto e que este estará disponível de forma única para todo o escopo de uma aplicação.
E
Factory Method, um padrão de criação, que busca definir o fluxo de um algoritmo em uma operação, postergando (deferring) alguns passos para subclasses, sem mudar a estrutura do mesmo. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Testes de software buscam por erros ou anomalias em requisitos funcionais e não funcionais. É INCORRETO afirmar que o teste de unidade
A
testa a interface do módulo/componente para garantir que a informação flua adequadamente para dentro e para fora da unidade de programa que está sendo testada. 
B
automatizado tem 3 partes: configuração, que inicia o módulo/componente com o caso de teste e dados de entrada; comparação, que compara o teste ao resultado esperado e correção, que corrige automaticamente os erros. 
C
testa as condições-limite para garantir que o componente/módulo opere adequadamente nos limiares conhecidos para limitar ou restringir o processamento.  
D
possui como uma tarefa essencial o teste seletivo de caminhos de execução. Casos de teste devem ser projetados para descobrir erros devidos a cálculos errados, comparações incorretas ou fluxo de controle inadequado.  
E
exercita todos os caminhos básicos ao longo da estrutura de controle para garantir que todos os comandos do módulo/componente tenham sido executados pelo menos uma vez.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
A figura abaixo apresenta os grupos de processos de gerenciamento de projetos e como eles interagem entre si, com base no PMBoK 4a edição. 
Imagem da Questão
Os grupos de processos numerados de I a III correspondem, correta e respectivamente, a:
A
Planejamento - Execução - Monitoramento e Controle 
B
Planejamento - Desenvolvimento - Produção 
C
Modelagem - Construção - Implantação 
D
Modelagem - Construção e Implantação - Entrega e Feedback 
E
Elaboração - Construção - Transição e Produção 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Baseando-se na premissa de que se o código fonte estiver disponível para teste e experimentação pública, então os eventuais erros serão descobertos mais rapidamente, foram desenvolvidos modelos de desenvolvimento de software e gestão de projetos, sobre os quais é correto afirmar: 
A
A Wikipedia é um projeto que implementa o modelo Catedral, no qual o código é desenvolvido de forma totalmente aberta e pública, utilizando a Internet.  
B
O modelo Bazar, no qual o código fonte está disponível para cada software release, mas o código desenvolvido entre dois releases é restrito a um grupo de desenvolvedores exclusivo, foi aplicado nos projetos Emacs, GCC e do sistema operacional Linux. 
C
Software Livre ou Open Source, desenvolvido em modelo colaborativo, tem grande aceitação, movimenta a economia e gera inovação, mas é proibido em instituições governamentais, pois pode colocar em risco a segurança das informações de governo. 
D
Dois exemplos de uso do modelo Catedral são o navegador Mozilla Firefox, originado do Netscape que pertencia à empresa AOL, e o conjunto de ferramentas OpenOffice, que resultou da abertura do código do StarOffice pela Sun Microsystems. 
E
As publicações de diretrizes e normas do PMI, que inclui o PMBoK, são preparadas através de um processo voluntário de desenvolvimento de normas de consenso. Esse processo reúne voluntários e/ou busca os pontos de vista de pessoas interessadas nos tópicos cobertos por esta publicação. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Considere que o Conselho Nacional do Ministério Público − CNMP está propondo uma mudança de processos tradicionais de desenvolvimento de sistemas para uma nova abordagem, conforme indica a figura abaixo.
Imagem da Questão
Um Analista de Desenvolvimento de Sistemas do CNMP, observando a figura, afirma corretamente que a nova abordagem corresponde ao
A
Processo Unificado que, embora gaste muito tempo na Fase de Elaboração para definição de requisitos, permite que as equipes se concentrem na entrega antecipada de software para testar estes requisitos, de forma a eliminar os riscos na integração de componentes. 
B
TDD, em que a equipe de teste fica alocada em uma sala, responsável unicamente pela Fase de Testes. Desenvolver testes automatizados passa a ser uma exceção e não a regra. As competências de teste se desenvolvem enquanto os testadores participam das decisões de projeto e dos testes de unidade.
C
XP, em que a integração é contínua, os testes não são deixados para depois, o código é de todos, a programação ocorre em pares, a comunicação é intensa e contínua e espera-se como resultado código funcionando, testado e integrado.
D
TDP, que despreza o planejamento que não é realizado todo de uma vez. Tudo é baseado na criação de estimativas para o ritmo dos ciclos das próximas entregas. O planejamento é baseado em datas definidas com antecedência e o product owner determina as prioridades de entrega.
E
DDP, em que a gestão define o escopo, datas e recursos, além de definir e se responsabilizar pelo direcionamento técnico e pelo desempenho da equipe. O foco da gestão é eliminar os impedimentos dentro da organização e fiscalizar o cumprimento dos prazos e os requisitos de qualidade. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Considere as características das normas e modelos de qualidade de software:

I. Suporta dois caminhos de melhoria usando níveis: um caminho permite que as organizações melhorem processos de forma incremental envolvendo uma ou mais áreas de processos selecionadas e o outro caminho permite que as organizações melhorem um conjunto de processos relacionados ao endereçarem sucessivamente conjuntos de áreas de processo.
II. Estabelece uma arquitetura comum para o ciclo de vida de processos de software. Contém processos, atividades e tarefas a serem aplicadas durante o fornecimento, aquisição, desenvolvimento, operação, manutenção e descarte de produtos de software, bem como partes de software de um sistema. Também se aplica à aquisição de sistemas, produtos de software e serviços.
III. A capacidade do processo é representada por um conjunto de atributos de processo descrito em termos de resultados esperados. A capacidade do processo expressa o grau de refinamento e institucionalização com que o processo é executado na organização. À medida que a organização evolui nos níveis de maturidade, um maior nível de capacidade para desempenhar o processo deve ser atingido.

As afirmativas I, II e III correspondem, correta e respectivamente, a: 
A
MPS.BR - NBR ISO/IEC 9126 - CMMI
B
NBR ISO/IEC 12207 - CMMI - NBR ISO/IEC 9126
C
CMMI - NBR ISO/IEC 9126 - MPS.BR
D
CMMI - NBR ISO/IEC 12207 - MPS.BR
E
MPS.BR - NBR ISO/IEC 12207 - CMMI
Página 4 de 4