Questões

Total de Questões Encontradas: 36

Ano: 2014 Banca: BIO RIO Órgão: EMGEPRON Prova: Analista Técnico - Computação
Uma estrutura de dado é um conjunto de dados organizados de maneira coerente, com uma dada finalidade. Entre os tipos existentes, duas são caracterizadas a seguir.

I -  estrutura na qual as inserções e retiradas são feitas em uma das extremidades denominada topo, sendo por esse motivo do tipo LIFO - Last In First Out.

II -  estrutura na qual as inserções e retiradas são feitas em uma das extremidades opostas, sendo por esse motivo do tipo FIFO - First In First Out.

Essas estruturas de dados são conhecidas respectivamente como
A
fila e pilha.
B
pilha e fila.
C
árvore e lista.
D
lista e árvore.
Ano: 2014 Banca: UFG Órgão: UEAP Prova: Analista de TI - Desenvolvimento de Sistemas
Não existe, a priori, uma maneira considerada a melhor para implementar listas lineares, quer seja por contiguidade física (sobre arranjos), quer seja por encadeamento. Entretanto, há vantagens na implementação de listas lineares por contiguidade física, como
A
a movimentação de dados em operações de inserção e remoção no arranjo.
B
a necessidade de uma estimativa prévia do tamanho definido para o arranjo.
C
o acesso direto a qualquer elemento da lista por meio do índice no arranjo.
D
o tempo de acesso a dados diretamente proporcional ao tamanho do arranjo.
O estudo das estruturas de dados envolve um objetivo teórico, que procura identificar e desenvolver modelos matemáticos, determinando que classes de problemas podem ser resolvidos com o seu uso, e um objetivo prático, que busca criar representações concretas dos objetos e desenvolver rotinas capazes de atuar sobre estas representações, de acordo com o modelo considerado. Considere as definições das estruturas de dados:

 I. São conhecidas como listas LIFO − Last In First Out. Uma máquina puxando vagões de trens é um exemplo de funcionamento de uma estrutura deste tipo.  
 II. O armazenamento de dados em Memória Secundária (MS) ou externa, se dá através da sua utilização. Os algoritmos e as estruturas de dados para processamento de dados em MS têm que considerar que o custo para se acessar um registro é algumas ordens de grandeza maior do que o custo de processamento na Memória Primária (MP) ou interna.  
 III. É uma forma especial de se agrupar dados, em que cada item possui uma referência para o próximo item, como se fosse uma corrente, com cada item sendo um dos elos. Costuma-se chamar esses itens de nós ou nodos.  
 IV.  São conhecidas como listas FIFO − First In First Out. Pessoas organizadas para entrar em um trem metropolitano é um exemplo de funcionamento desta estrutura.  
 V.  É utilizada para pesquisa em MS, quando os arquivos contêm mais registros do que a MP pode armazenar. É uma estrutura de dados utilizada para manutenção e organização de arquivos, podendo ser utilizada para armazenar e recuperar informações que estão em grandes repositórios de dados.

As estruturas definidas nos itens de I a V são, respectivamente:  
A
Queues  −  Heaps  −  Árvore Binária de Busca  −  Pilhas  −  Árvore AVL.  
B
Pilhas  −  Diretórios  −  Heap  −  Filas  −  Tabelas Hashing.  
C
Queues  −  Arquivos  −  Lista Duplamente Encadeada  −  Stacks  −  Heap.  
D
Stacks  −  Heaps  −  Lista Encadeada Circular  −  Queues  −  Tabelas Hashing.  
E
Pilhas  −  Arquivos  −  Lista Encadeada  −  Filas  –  Árvore B.
Uma lista duplamente encadeada tem como característica ser formada por elementos que
A
se concatenam de forma circular, de tal maneira que, ao chegar ao final da lista, o próximo elemento volta a ser o primeiro.
B
contêm, além de um ou mais campos chave, mais um campo de ponteiro: o próximo, que permite o acesso ao elemento que sucede o atual (o próximo) presente na mesma lista.
C
contêm, além de um campo chave, mais um campo de ponteiro: o próximo, que permite o acesso ao elemento que sucede o atual (o próximo) presente na mesma lista, de tal forma que os campos chave estão ordenados, ou seja, a chave do próximo é sempre maior ou igual à chave do atual elemento.
D
contêm, além de um ou mais campos chave, dois outros campos de ponteiros: próximo e anterior, que permitem o acesso aos elementos adjacentes (próximo e anterior) presentes na mesma lista.
E
estão em posições adjacentes da memória, permitindo o acesso sequencial ao próximo e ao anterior de cada elemento pelo simples uso de um índice.
Uma fila duplamente terminada, isto é, uma estrutura linear que permite inserir e remover de ambos os extremos é chamada
A
Árvore.
B
Shift-and.
C
Autômato.
D
Deque.
E
Boyer-Moore. 
Os registros em uma lista, duplamente encadeada com 20 elementos possuem cada um três campos:

próximo: um ponteiro para o próximo elemento da lista;
valor: informação armazenada pelo elemento;
anterior: um ponteiro para o elemento anterior da lista.

Sendo “Z” o décimo elemento desta lista e “X” e “Y” dois outros elementos que não pertencem à lista, com seus respectivos ponteiros “pZ”, “pX” e “pY”, considere o trecho de código abaixo.
Imagem da Questão
Este trecho de código é usado para inserir na lista os elementos:
A
Y, logo após o Z, e X, logo após o Y.
B
Y, antes do Z, e X, logo após o Z.
C
Y, antes do Z, e X, antes do Y.
D
X, logo após o Z, e Y, logo após o X.
E
X, antes do Z, e Y, logo após o Z.
Página 4 de 4