Questões

Total de Questões Encontradas: 60

Considere o texto abaixo intitulado A INFORMAÇÃO NA PALMA DA MÃO − METRÔ LANÇA APLICATIVO PARA SMARTPHONES
Imagem da Questão
Para criar o texto com a formatação acima no Microsoft Office 2010 em português, deve-se selecionar o texto e 
A
na guia Página Inicial, no grupo Parágrafo, clicar em Justificar.  Depois de justificar o texto, na guia Layout da Página, clicar em Colunas e clicar na opção Esquerda. 
B
na guia Início, no grupo Estilo, clicar em Justificar. Depois de justificar o texto, na guia Layout da Página, clicar em Colunas e clicar na opção Dois.  
C
pressionar as teclas CTRL e J. Depois de justificar o texto, na guia Formatação, clicar em Colunas e clicar na opção Dois.  
D
pressionar as teclas SHIFT e J.  Depois de justificar o texto, na guia Exibição, clicar em Colunas e clicar na opção Esquerda.  
E
na guia Início, no grupo Alinhamento, clicar em Justificar. Depois de justificar o texto, na guia Formatação, clicar em Colunas e clicar na opção Duas colunas à Direita.
Ana é Analista de Desenvolvimento de Gestão Júnior na Companhia do Metropolitano de São Paulo. Em um dia de trabalho ela teve que realizar 2 tarefas:
  1. importar para o Microsoft Outlook 2010 as configurações de conta de e-mail do Microsoft Outlook Express;
  2. descobrir através de quais servidores (Domino versão 5 ou posterior) uma determinada mensagem passou tendo sido enviada pelo IBM Lotus Notes.
Para realizar as tarefas acima, nas versões em português dos aplicativos, Ana seguiu os passos abaixo.
Imagem da Questão
As lacunas são correta e respectivamente preenchidas por:
A
I-Ferramentas  −  II-Importar  −  III-Catálogo de Endereços  −  IV-Arquivos  >  Preferências  >  Correios  −  V-Rastrear caminho da mensagem
B
I-Ferramentas  −  II-Catálogo de Endereços  −  III-Importar  −  IV-Ferramentas  >  Opções de entrega  −  V-Rastrear mensagem 
C
I-Arquivo  −  II-Catálogo de Endereços  −  III-Importar  −  IV-Arquivos  >  Preferências  >  Correios  −  V-Rastrear servidores 
D
I-Ferramentas  −  II-Importar  −  III-Catálogo de Endereços  −  IV-Ações  >  Rastrear mensagem  −  V-Rastrear caminho inteiro  
E
I-Arquivo  −  II-Abrir  −  III-Importar  −  IV-Ações  >  Mais  >  Controlar mensagem  −  V-Somente status de entrega ou Rastrear caminho inteiro 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
André pertence à equipe da Companhia do Metropolitano de São Paulo responsável pela modelagem Entidade-Relacionamento (ER) do banco de dados da empresa. De acordo com os conceitos de modelos ER, André afirmou, corretamente: 
A
O objeto básico que um modelo ER representa é a entidade. Cada entidade tem atributos. Uma entidade como Equipamentos deve ter os atributos derivados: deViaPermanente, deControle e deSinalizacao. 
B
Considerando a Tabela_Linhas, o atributo Codigo seria chamado atributo-chave porque respeita a restrição de unicidade. Na notação diagramática ER cada atributo-chave costuma ter seu nome sublinhado.  
C
Cada atributo simples de uma entidade está associado a um domínio de valores, que determina o conjunto de valores válidos. Os conjuntos de valores e seus tipos básicos são mostrados nos diagramas ER para todos os atributos.  
D
Nos diagramas ER os relacionamentos são mostrados dentro de caixas retangulares, que são ligados por linhas retas aos losangos que representam  as entidades participantes. No caso da Tabela_Linhas, Modo_de_Operacao seria um exemplo de relacionamento entre as entidades Linha e Modo. 
E
A razão de cardinalidade determina se a existência de uma entidade depende de outra entidade pelo tipo de relacionamento entre elas. Há razões de cardinalidade totais e parciais. Um exemplo de cardinalidade total, baseado na Tabela_Linhas, seria que uma entidade Linha pode operar somente em um único Modo. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Luiza trabalha como Analista de Desenvolvimento de Gestão Júnior e ficou com a tarefa de verificar qual dentre os comandos SQL abaixo que listam dados da tabela está sem erros. Luiza apontou corretamente o comando:  
A
SELECT Codigo, Linha, Operacao, Modo FROM Tabela_Linhas ORDER BY Codigo DESCENDENT;  
B
SELECT * FROM Tabela_Linhas WHERE Operacao STARTS WITH '%Pa%';  
C
SELECT * FROM Tabela_Linhas WHERE Modo INCLUDES ('Automatico', 'Semi-automatico');  
D
SELECT COUNT (DISTINCT Operacao) FROM Tabela_Linha;  
E
SELECT DISTINCT Modo FROM Tabela_Linha HAVING “automatico”;
A Computação Gráfica engloba pelo menos 3 grandes áreas: síntese, processamento e análise de imagens. Uma imagem pode ser considerada uma distribuição de energia luminosa em uma posição espacial. Observe as imagens digitais abaixo:
Imagem da Questão
A sequência de imagens mostra
A
um aumento na resolução espacial, ou seja, a quantidade de pixels em x e em y (resolução) da imagem original foi sendo aumentada.  
B
uma redução nos níveis de quantização, ou seja, a quantidade de bits utilizada para representar os níveis de cinza a partir da imagem original  foi diminuindo.  
C
uma redução na resolução espacial, ou seja, a quantidade de pixels em x e em y (resolução) da imagem original foi sendo reduzida. 
D
um aumento nos níveis de quantização, ou seja, a quantidade de bits utilizada para representar os níveis de cinza a partir da imagem original foi aumentando.  
E
um aumento na resolução espacial nas duas primeiras e nas duas últimas mostram um aumento nos níveis de quantização.
O estudo das estruturas de dados envolve um objetivo teórico, que procura identificar e desenvolver modelos matemáticos, determinando que classes de problemas podem ser resolvidos com o seu uso, e um objetivo prático, que busca criar representações concretas dos objetos e desenvolver rotinas capazes de atuar sobre estas representações, de acordo com o modelo considerado. Considere as definições das estruturas de dados:

 I. São conhecidas como listas LIFO − Last In First Out. Uma máquina puxando vagões de trens é um exemplo de funcionamento de uma estrutura deste tipo.  
 II. O armazenamento de dados em Memória Secundária (MS) ou externa, se dá através da sua utilização. Os algoritmos e as estruturas de dados para processamento de dados em MS têm que considerar que o custo para se acessar um registro é algumas ordens de grandeza maior do que o custo de processamento na Memória Primária (MP) ou interna.  
 III. É uma forma especial de se agrupar dados, em que cada item possui uma referência para o próximo item, como se fosse uma corrente, com cada item sendo um dos elos. Costuma-se chamar esses itens de nós ou nodos.  
 IV.  São conhecidas como listas FIFO − First In First Out. Pessoas organizadas para entrar em um trem metropolitano é um exemplo de funcionamento desta estrutura.  
 V.  É utilizada para pesquisa em MS, quando os arquivos contêm mais registros do que a MP pode armazenar. É uma estrutura de dados utilizada para manutenção e organização de arquivos, podendo ser utilizada para armazenar e recuperar informações que estão em grandes repositórios de dados.

As estruturas definidas nos itens de I a V são, respectivamente:  
A
Queues  −  Heaps  −  Árvore Binária de Busca  −  Pilhas  −  Árvore AVL.  
B
Pilhas  −  Diretórios  −  Heap  −  Filas  −  Tabelas Hashing.  
C
Queues  −  Arquivos  −  Lista Duplamente Encadeada  −  Stacks  −  Heap.  
D
Stacks  −  Heaps  −  Lista Encadeada Circular  −  Queues  −  Tabelas Hashing.  
E
Pilhas  −  Arquivos  −  Lista Encadeada  −  Filas  –  Árvore B.
O grafo abaixo ilustra uma ferrovia com 7 pátios e suas respectivas distâncias:
Imagem da Questão
Para fins de economia de custos, os carregamentos devem ser transportados na ferrovia pelos menores caminhos existentes possíveis entre sua origem e seu destino. Considerando que na notação [x,y], x representa o pátio de origem e y representa o pátio de destino, o menor caminho (menor custo) entre x e y é apresentado por: 
A
[2,6] − Caminho: 2 4 5 3 6.  
B
[1,6] − Caminho: 1 3 6.  
C
[7,1] − Caminho: 7 5 3 1. 
D
[4,6] − Caminho: 4 1 3 6.  
E
[6,2] − Caminho: 6 3 1 4 2. 
Considere os Autômatos Finitos (AFs) abaixo:
Imagem da Questão
De acordo com a teoria de linguagens formais, sua aplicabilidade e os AFs apresentados acima, é INCORRETO afirmar: 
A
A construção composicional de um sistema de estados finitos real pode utilizar as três formas de composição: sequencial (execução da próxima componente depende da terminação da anterior), concorrente (componentes são independentes e podem ser processadas ao mesmo tempo) e não-determinista (próxima componente resulta da escolha entre diversas alternativas).
B
Qualquer AF determinístico pode ser simulado por um AF não-determinístico. O AF 1 é não-determinístico e o AF 2 é determinístico. Ambos são capazes de reconhecer uma linguagem formada por {a, b}, mas as palavras que o AF1 reconhece começam com a ou b e as palavras que AF2 reconhece começam com ab.  
C
O AF é um modelo computacional muito utilizado em estudos teórico-formais relativos à definição de linguagens formais, compiladores etc. Possui um número finito e predefinido de estados. Se algum AF reconhece uma linguagem, esta é denominada linguagem regular.  
D
Dependendo do estado corrente e do símbolo lido, os AFs podem ser determinísticos, quando podem assumir como próximo estado um único estado ou não-determinísticos, quando podem assumir um conjunto de estados alternativos.  
E
A classe dos AFs determinísticos é equivalente à classe dos AFs não-determinísticos. O AF 1 é determinístico e o AF 2 é não determinístico. Ambos são capazes de reconhecer uma linguagem formada por {a, b} que possuem aa ou bb como subpalavra. 
Considere os exemplos de trechos em pseudo-código abaixo:
Imagem da Questão
Considerando que A e B são variáveis do tipo inteiro e ← é o símbolo do comando de atribuição, a alternativa que apresenta a tradução correta para linguagem de montagem é a que corresponde ao 
A
exemplo 1:
MOV B,A 
B
exemplo 2:
MULT A,−1
SUB 5,A
C
exemplo 3:
MOV AX,B  
SUB AX,A  
SUB AX,A  
MOV A,AX
D
exemplo 2:
MOV AX,A  
INC B, −5
SUB AX,B
E
exemplo 3:
MOV AX,A  
MULT AX,A  
SUB AX,B  
MOV B,AX 
Rotinas em linguagem de montagem são bastante utilizadas em sistemas de trens metropolitanos para controlar atividades críticas. As afirmativas I e II estão corretamente relacionadas às linguagens de montagem, montadores e suas aplicações APENAS em: 
A
I. O termo assembly refere-se à linguagem de programação, que é também designada por linguagem de macro, uma vez que se encontra intimamente relacionada com a macroprogramação do processador a que se destina.
II. Cada processador de cada fabricante (Intel, AMD, Motorola etc), tem o seu próprio assembly, já que cada um tem estrutura interna diferente, portanto, não há um termo assembly que se aplica a todos eles, mas há linguagem assemblyIntel, assemblyAMD etc.
B
I. É muito complicado para os programadores humanos escreverem programas usando a linguagem pura do processador ou a linguagem de máquina, que é constituída por um conjunto mais ou menos extenso de bits.
II. Os programas executáveis gerados por um assembler são do tipo .EXE, arquivos em linguagem de baixo nível, que devem ser carregados e executados a partir do endereço 10FFh. Assim, todos os programas assembly devem começar com a instrução org 10FFh, seguidos de três seções (text, data e code).
C
I. O termo assembler refere-se a um programa que permite facilitar o trabalho com a linguagem assembly, fazendo com que esta se assemelhe um pouco mais com os mnemônicos de uma linguagem de alto-nível.
II. As instruções do assembler são traduzidas para os conjuntos de bits que constituem as instruções do processador. O assembly executa um conjunto de ações necessárias para que o programa assembler possa ser executado, escondendo essas operações do programador. 
D
I. A programação em assembly permite escrever programas que executam muito mais rapidamente que programas escritos em linguagens de alto-nível. Os compiladores ou interpretadores destas linguagens, ao traduzirem as suas instruções para assembly, fazem-no de forma menos eficiente, gerando mais instruções assembly do que um programador humano pode conseguir se programar diretamente em baixo-nível.
II. O assembly proporciona um maior controle sobre os componentes de hardware, em particular do processador, permitindo usar melhor as suas funcionalidades e capacidades. 
E
I. Todas as linguagens de alto-nível permitem que se possam incluir instruções assembly entre as instruções da própria linguagem, visando acelerar rotinas críticas do programa. Isso porque as linguagens de alto-nível impedem o acesso a certos componentes de hardware, a fim de evitar que possam ser desencadeadas ações potencialmente perigosas.
II. Existem vários assemblers, dentre os quais os mais conhecidos são o TASM (da Intel), o NASM (da Microsoft), que são propriedade dos respectivos fabricantes, e o MASM, que é de uso livre.
Página 2 de 6