Questões

Total de Questões Encontradas: 40

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
O Diagrama de Atividade da UML 2 é utilizado para modelar atividades, que podem ser um método ou um algoritmo, ou mesmo um processo de negócio. Sobre este diagrama, considere:

I. As partições de atividade permitem representar o fluxo de um processo que passa por diversos setores ou departamentos de uma empresa, ou mesmo um processo que é manipulado por diversos atores.  
II. Um nó de bifurcação/união é um nó de controle que pode tanto dividir um fluxo em dois ou mais fluxos concorrentes (quando é chamado de nó de bifurcação), como mesclar dois ou mais fluxos concorrentes em um único fluxo de controle (quando é chamado de nó de união).  
III. Um pino (ou alfinete) é um tipo de nó de objeto que representa uma entrada para uma ação ou uma saída de uma ação. São obrigatórios no diagrama de atividades e são utilizados para ver os dados que são consumidos em cada ação.  
IV. Um nó de término ou encerramento de fluxo representa o encerramento de toda a atividade. O símbolo de final de fluxo é representado por um círculo com um X em seu interior.

Está correto o que se afirma APENAS em
A
I, II e III.
B
III e IV.
C
II e III.
D
I e II.
E
II, III e IV.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Em uma aplicação Android que utiliza um banco de dados SQLite se deseja acessar os métodos delete, update, insert, query e execSQL para executar operações no banco de dados. Para acessar estes métodos será necessária uma variável da classe 
A
SQLiteStatement. 
B
PreparedSQLiteStatement. 
C
SQLiteDatabaseManager. 
D
SQLiteDatabaseTransaction.  
E
SQLiteDatabase.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Os componentes gerenciadores de layout no Android, também chamados de ViewGroups, são classes que orientam o posicionamento dos componentes visuais na tela do dispositivo móvel. O gerenciador de layout 
A
FlowLayout é utilizado quando os componentes devem ser apresentados na tela no formato linear (um componente após o outro), de forma horizontal ou vertical. 
B
AbsoluteLayout permite adicionar componentes na tela, sendo que a posição destes leva em consideração a posição de outro componente adicionado ou do gerenciador de layout no qual ele se encontra. 
C
GridLayout permite dividir a área do container como se fosse uma grade formada por linhas e colunas, cujo cruzamento constitui uma célula. Não é permitido definir células vazias ou que uma célula ocupe mais de uma linha ou coluna. 
D
TableLayout é utilizado para organizar os componentes no formato linha/coluna, sendo um dos mais utilizados para apresentar formulários de cadastros em aplicativos móveis. 
E
FullLayout é usado quando um componente deve preencher toda a área da tela. Ele reserva um espaço que será utilizado por um único componente. Se mais de um componente for adicionado, haverá sobreposição ao anterior. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Para desenvolver aplicações para iOS é necessário ter instalado o XCode e o SDK para iOS. Para escrever o software, utiliza-se a linguagem Objective-C. Nesta linguagem, as declarações de variáveis são feitas de forma semelhante a outras linguagens orientadas a objetos, mas as chamadas de métodos são colocadas entre
A
colchetes. 
B
parênteses. 
C
chaves. 
D
sinais de menor e maior. 
E
aspas.
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Em uma aplicação web que utiliza Struts 2, um arquivo JSP possui o seguinte trecho de código:

<s:form action="Controle">  
   <s:textfield name="usuario" label="Usuário"/>  
   <s:password name="senha" label="Senha"/>  
   <s:submit>  
</s:form>

Para que as tags presentes neste arquivo possam ser reconhecidas e utilizadas, no topo (início) deste arquivo, antes da abertura da tag html, deve ser utilizada a instrução
A
<%@ page prefix="s" uri="/struts-tags" %>
B
<%@ include prefix="s" taglib="struts" uri="org.apache.struts2.componentes/struts-tags"%> 
C
<%@ taglib prefix="s" uri="/struts-tags" %>
D
<%@ taglib contentType="struts" pageUri=" org.apache.struts2.componentes/tags "%> 
E
<%@ taglib contentType ="text/struts" prefix="s" uri="org.apache.struts2.componentes/tags"%> 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Em um site desenvolvido com HTML5 existe um arquivo chamado teste.appcache, com a lista de arquivos que serão armazenados em cache para navegação off-line. O conteúdo deste arquivo é mostrado abaixo.

CACHE MANIFEST
index.html  
stylesheet.css  
logo.png  
main.js

Para especificar o caminho deste arquivo em uma página HTML e consequentemente ativar o cache, deve ser utilizada a instrução 
A
<html manifest="teste.appcache"> 
B
<manifest src="teste.appcache" offline="on"> 
C
<cache manifest="teste.appcache"> 
D
<manifest url="teste.appcache" offline="on"> 
E
<cache src="teste.appcache" offline="on"> 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Em uma página web que utiliza AJAX é necessário criar um objeto que permite enviar dados ao servidor web de forma síncrona ou assíncrona por meio de métodos como open e send. Para criar um objeto chamado xmlhttp suportado nos principais navegadores, como Internet Explorer 7 ou superior,  Firefox, Google Chrome, Opera e Safari, utiliza-se a instrução
A
xmlhttp=new XMLHttpRequest(); 
B
xmlhttp=new HttpServletRequest(); 
C
xmlhttp=new HttpRequestServer(); 
D
xmlhttp=new ActiveXObject("Microsoft.XMLHTTP"); 
E
xmlhttp=new HttpServerRequest ("XMLHTTP"); 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Uma página web, quando interpretada em um navegador com suporte adequado à linguagem SVG, gerou a seguinte imagem:
Imagem da Questão
Esta página contém o seguinte código-fonte:

<!DOCTYPE html>  
<html>
   <body>
       <svg>  

       </svg>
   </body>  
</html>

Para gerar a imagem apresentada, entre as tags <svg> e </svg> deve existir a instrução 
A
<polyline coords="0,40 40,40 40,80 80,80 80,120 120,120" style="fill:white; stroke:black; stroke-width:10" /> 
B
<polyline points="0,40;40,40;40,80;80,80;80,120;120,120" style="stroke:black; stroke-width:15" /> 
C
<line coords="0,40;40,40;40,80;80,80;80,120;120,120" style="stroke:black; stroke-width:15" /> 
D
<polyline points="0,40 40,40 40,80 80,80 80,120 120,120" style="fill:white; stroke:black; stroke-width:10" /> 
E
<line coords="0,40 40,40 40,80 80,80 80,120 120,120" shape="fill:black; stroke-width:15" /> 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
Considere os fragmentos de programas Phyton a seguir:

Fragmento 1:

for n in range(2, 10):
  for x in range(2, n):
      if n % x == 0:
        print n, '=', x, '*', n/x
          break
  else:
     print n, 'é um número primo'  

Fragmento 2:

a = ['Casa', 'Mala', 'Prova']  
for x in a:
      print x, len(x)

É correto afirmar que 
A
o Fragmento 1 está incorreto, pois laços não podem ter uma cláusula else.
B
no Fragmento 2, a instrução for está incorreta, pois ela não pode iterar sobre a.
C
o Fragmento 1 está incorreto, pois não é possível iterar sobre sequências numéricas utilizando a função range.
D
no Fragmento 1 é verificado se o quociente da divisão de n por x corresponde a 0.
E
os dois fragmentos de código estão corretos. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Desenvolvimento de Sistemas
O Zope possui o arquivo de configuração $INSTANCE_HOME/etc/zope.conf no qual, através de diretivas, é possível configurar opções de serviços de uma instância Zope. Dentre as diretivas permitidas neste arquivo estão
A
zope-port, zope-protocols e zope-domain.
B
zope-address, zope-locale e zope-debug.
C
port-access, protocols e domain.
D
zserver-locale, zserver-port e zserver-address.
E
port-base, debug-mode e effective-user. 
Página 2 de 4