Questões

Total de Questões Encontradas: 15

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Muita gente nos engana valendo-se das páginas da internet. A transposição da frase acima para a voz passiva implicará 
A
a utilização da forma verbal enganam-nos.
B
em que o sujeito de valendo-se passe a ser internet.
C
em que o sujeito de enganar passe a ser nós.
D
a utilização de muita gente como sujeito. 
E
a utilização de páginas da internet como sujeito. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Está inteiramente clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
A
É natural que muitos dos usuários da internet se irritem com este fenômeno generalizado: a pessoa publica um medíocre texto de sua autoria como se fosse da lavra de algum escritor consagrado. 
B
Tratando-se de um fenômeno generalizado na internet, implica na irritação de quem toma os textos de alguém famoso cujo o teor foi estabelecido por quem escreveu uma mera banalidade.
C
Está cada vez mais usual o seguinte fato: alguém mal intencionado, publica sob um nome de autor conhecido um texto de que este jamais teria interesse em escrever, por banal que seja.
D
Muitas pessoas, provavelmente com má fé, dão como de outros autores, textos seus, imaginando que as assinaturas famosas encobrem as debilidades do texto de cujos são criadores.
E
Certamente são irritantes essas falsificações da internet, mormente nas redes sociais, aonde escritores sem qualquer talento plageiam autores famosos, tentando se fazer passar pelos mesmos. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerando-se o contexto, traduz-se corretamente o sentido de um segmento em:
A
honrar a alegada autoria (1o parágrafo) = enobrecer a presunção de um autor 
B
ressentimento malicioso (2o parágrafo) = remorso astuto 
C
a usam como moeda corrente (3o parágrafo) = gastam-na perdulariamente 
D
o ingênuo acolhimento (4o parágrafo) = a recepção incrédula 
E
Disfarçar a mediocridade (4o parágrafo) = dissimular a banalidade 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considere as seguintes afirmações:

I. No primeiro parágrafo, o autor do texto imagina que muitos usuários das redes sociais, mesmo os versados em literatura, podem se deixar enganar pela fraude das citações, uma vez que o estilo destas lembra muito de perto a linguagem dos alegados autores.  
 II. No segundo parágrafo, duas razões são indicadas para explicar a iniciativa dos fraudulentos: o gosto pela ironia, empregada para rebaixar os escritores de peso, e a busca da notoriedade de quem quer ser identificado como um artista superior.  
 III. Nos dois parágrafos finais, o que o autor ressalta como profundamente grave é o fato de os falsários mentirem para si mesmos, dissolvendo a identidade que lhes é própria e assumindo, ilusoriamente, a personalidade de alguém cujo valor já está reconhecido.

Em relação ao texto está correto o que se afirma APENAS em 
A
I.
B
II.
C
III.
D
I e II.
E
II e III. 
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP - Conhecimentos Básicos
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
No texto manifesta-se, essencialmente, uma censura a quem,  
A
frequentando páginas da internet, deixa-se seduzir com facilidade pelos textos de grandes autores, sem antes certificar-se quanto à sua autenticidade.
B
por falta de talento literário e por ressentimento, costuma ressaltar nos textos dos autores clássicos as passagens menos inspiradas ou mais infelizes.
C
levado pelo sentimento da vaidade, porta-se como se fosse um grande escritor, tratando de temas profundos num estilo elevado, próprios dos grandes talentos.
D
cometendo uma fraude, publica na internet textos medíocres, atribuídos a escritores célebres, buscando com isso, entre outras coisas, ganhar o aplauso de quem lê.  
E
com intenção maliciosa, cita autores famosos em páginas da internet, afetando uma familiaridade que de fato jamais teve com esses grandes escritores.
Página 2 de 2