Questões

Total de Questões Encontradas: 36

Sobre os protocolos de Roteamento RIP e OSPF, assinale a alternativa correta.
A
A tabela de roteamento no protocolo RIP possui as redes conhecidas e a distância até elas - levando em conta o número de saltos, somente.
B
O protocolo OSPF utiliza uma mensagem ICMP echo para verificar periodicamente o estado dos roteadores diretamente conectados.
C
No protocolo RIP, para calcular a distância de uma rede, são levados em conta, além do número de saltos, o desempenho daquela rota.
D
Uma desvantagem do protocolo OSPF é que não há um balanceamento de carga entre as rotas, os roteadores sempre enviam os dados pelo mesmo caminho.
E
No protocolo RIP, um roteador envia sua tabela de roteamento no início e, em seguida, somente as alterações na tabela são propagadas, reduzindo o tamanho das mensagens.
Texto Associado Texto Associado
Acerca de protocolos de roteamento RIP (routing information protocol) v.1 e v.2, OSPF, julgue o item a seguir.
O OSPF (open shortest path first) é embasado em configuração de tabelas de roteamento que contenham as redes e suas distâncias (hops), priorizando sempre o menor caminho entre as redes, independentemente do serviço e do desempenho dos caminhos armazenados.
C
Certo
E
Errado
Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ-AP Prova: Analista Judiciário - Telecomunicações
O RIP (Routing Information Protocol) e o OSPF (Open Shortest Path First) são protocolos de roteamento interior de Sistemas Autônomos. Comparativamente, o OSPF
A
opera apenas em redes contíguas e o RIP, em redes não contíguas.
B
apresenta menor tempo de convergência que o RIP.
C
utiliza Broadcast para o envio das tabelas e o RIP Multcast.
D
propaga tabelas inteiras e o RIP, apenas as atualizações.
E
utiliza o algoritmo Vetor distância e o RIP, o número de saltos.
O OSPF − Open Shortest Path First é um dos protocolos de roteamento, do tipo IGP − Interior Gateway Protocol, mais utilizados
em redes de grande dimensão. Se, comparado com o OSPF, o BGP
A
é baseado no estado do link e o OSPF, no vetor de distâncias.
B
é utilizado como IGP em redes locais pequenas e o OSPF, para redes grandes.
C
faz uso do protocolo de transporte e o OSPF não faz uso do protocolo de transporte.
D
é mais simples que o OSPF, sendo assim, menos eficiente como IGP.
E
opera dentro de uma única rede local e o OSPF opera sobre várias.
Existem, basicamente, dois conjuntos de protocolos de roteam ento, se for considerada a localidade onde eles são empre gados. Um exemplo de protocolo de roteamento utilizado entre sistemas, ou seja, entre ambientes de Gateways diferentes é o
A
RIP.
B
BGP.
C
IGRP.
D
OSPF.
E
EIGRP.
Ano: 2010 Banca: CESPE Órgão: INMETRO Prova: Pesquisador - Infraestrutura e Redes
Ainda acerca de protocolos, assinale a opção correta.
A
OSPF é um protocolo especialmente projetado para o ambiente TCP/IP, para ser usado externamente aos sistemas autônomos, cuja transmissão é baseada no link state routing protocol e a busca pelo menor caminho computada localmente utilizando-se o algoritmo shortest path first. 
B
BGP é um protocolo de roteamento dinâmico utilizado para comunicação entre sistemas autônomos, que conseguem trocar informações e determinar o melhor caminho para as redes que formam a Internet. 
C
MPLS (multi protocol label switching) é um mecanismo de transporte de dados pertencente à família das redes de circuitos virtuais de pacotes. 
D
O RIP (routing information protocol) utiliza o algoritmo vetordistância, responsável pela construção de uma tabela na qual se informam as rotas possíveis e as impossíveis dentro de sistemas autônomos. 
E
O MPLS não utiliza as redes de acesso xDSL (digital subscriber line), frame relay e ATM.
Sobre OSPF, podemos afirmar que:
A
Envia mensagens hello periodicamente em cada enlace para estabelecer e testar a acessibilidade do vizinho.
B
Fornece um roteamento rápido e seguro de uma rede, mas apenas até 15 nós.
C
Não pode ser usado para propagar endereços classless.
D
Opera na porta UDP 520.
E
Nenhuma das afirmações anteriores.
Ano: 2014 Banca: FUMARC Órgão: AL-MG Prova: Analista de Sistemas - Administrador de Redes
Em relação aos equipamentos de rede e protocolos de camada 2 e 3 para configuração de tais equipamentos, NÃO é correto o que se afirma em:
A
O domínio de broadcast em uma rede local pode ser reduzido, criando VLANS nos switches com suporte a essa tecnologia.
B
O algoritmo OSPF é classificado como um algoritmo de vetor de distância e é recomendado para interligação de Sistemas Autônomos.
C
Uma recomendação para aumentar a disponibilidade das redes locais é interligar os switches com loops, porém, os mesmos precisam ter suporte ao protocolo STP para evitar o problema conhecido como tempestade de broadcast.
D
O protocolo 802.1q, conhecido como Trunk, permite que os switches identifiquem a qual VLAN determinado pacote pertence antes de encaminhá-lo para outro switch.
O protocolo de roteamento que funciona transformando o conjunto de redes, roteadores e linhas reais em um grafo orientado, no qual se atribui um custo (distância, retardo etc.) a cada arco, para, em seguida, calcular o caminho mais curto com base nos pesos dos arcos é o 
A
IP. 
B
OSPF. 
C
AODV. 
D
IPX. 
E
RIP.
Texto Associado Texto Associado
Em cada um dos itens de 128 a 135, é apresentada uma situação hipotética acerca de redes de computadores, seguida de uma assertiva a ser julgada.
Durante conversas com um dos analistas visitantes, um administrador de rede informou que posicionou um roteador que implementa o protocolo OSPF para dividir o seu sistema autônomo em áreas interligadas por um backbone. Comentou, ainda, que cada uma dessas áreas pode ter seus vários roteadores internos. Nessa situação, é correto concluir que, segundo os conceitos do protocolo OSPF, os roteadores que estão na fronteira entre áreas não são necessariamente roteadores do backbone, mas que cada roteador do backbone sempre estará em uma fronteira. 
C
Certo
E
Errado
Página 2 de 4