Questões

Total de Questões Encontradas: 1.496

Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerando-se o contexto, o segmento cujo sentido está adequadamente expresso em outras palavras é:
A
partisse os laços com a tradição = quebrasse o condão sagrado
B
galgou ao comando de um continente = sobrelevou o ordenamento europeu
C
pela causa da liberdade contra a tirania = pelo motivo da insubmissão versus rigorismo
D
os próprios clichês o denunciam = os próprios lugares-comuns o evidenciam
E
o mecanismo das instituições francesas = a articulação dos institutos galeses
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Segundo o autor,
A
a figura de Napoleão passou a exercer forte apelo no campo do imaginário, servindo de modelo de inaudita superação da condição social.
B
os franceses descartam assumir Napoleão como modelo, buscando valorizar tão somente a sua participação na revolução de 1789.
C
os parentes dos milhares de franceses mortos nas guerras napoleônicas relevaram a perda dos familiares em função da grande prosperidade trazida por Napoleão.
D
a Revolução de 1789 foi um mito menos relevante do que o de Napoleão, pois as obras deste permanecem vivas e aquela não teria sido mais que um sonho.
E
os méritos pessoais de Napoleão nada têm a ver com o mito que se criou em torno de sua figura, surgido apenas de sua trajetória casualmente vitoriosa. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerada como órgão desta função, avulta incomparável, no mundo moderno, a sua grandeza.

O sentido da afirmativa acima está corretamente reproduzido, em linhas gerais, dentro do contexto do 1o parágrafo, com clareza e lógica, em:
A
A função que a imprensa tem no mundo moderno, em que se vive hoje, é de ser extraordinariamente grande, por ser de uso de governos.
B
No mundo moderno atualmente, a imprensa tem função tida como que superior a todas as instituições, quer de governo, quer de ensino.
C
A imprensa, palco de disseminação de ideias e de conhecimentos, assume extraordinária relevância no mundo moderno.
D
O palco que se encontra como meio da imprensa, no mundo moderno, está sendo de importância relevante, com função de instrução.
E
Nessa função de governo e de ensino, a imprensa, vem aparecendo como vulto sem comparação, no mundo moderno.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Está correto o que se afirma em:
A
Como meio de propagação de ideias, a imprensa livre recupera o prestígio da palavra falada, ainda que eventualmente se mostre parcial ao dissimular a verdade dos fatos, no interesse de manutenção da ordem social.
B
Do mundo antigo ao moderno, a palavra falada, ora substituída pela imprensa, bastou para que governantes se sobrepusessem aos interesses e aos desígnios das respectivas sociedades.
C
Somente o respeito à verdadeira palavra, associado intrinsecamente aos governantes, de modo geral, garante-lhes tanto a soberania sobre seus governados, quanto a ordem necessária ao convívio social.
D
O jornalismo, herdeiro das tradições originárias do hábito de ouvir os discursos de governantes de todas as épocas, tem perdido prestígio, atualmente, em razão de nem sempre manter-se imparcial em relação aos fatos noticiados.
E
A imprensa, tendo sucedido aos discursos e à palavra falada, tem máxima importância atualmente em sua atuação na sociedade, desde que se man- tenha nos estritos limites éticos da verdade. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Para uma, no entanto, guardou ele as melhores palavras, as mais doces, as mais ternas, as mais belas. Essa noiva tem um nome lindo, negra: liberdade.

A opinião exposta por Jorge Amado encontra respaldo, principalmente, nos versos de Castro Alves transcritos em: 
A
Eras tu que, com os dedos ensopados
No sangue dos avós mortos na guerra,
Livre sagravas a Colúmbia terra,
Sagravas livre a nova geração! 
B
Escravo, dá-me a c'roa de amaranto
Que mandou-me inda há pouco Afra impudente,
Orna-me a fronte... Enrola-me os cabelos
Quero o mole perfume do Oriente. 
C
Vai funda a tempestade no infinito,
Ruge o ciclone túmido e feroz...
Uiva a jaula dos tigres da procela
            − Eu sonho a tua voz −
D
Mas não...! Somente as vagas do sepulcro
Hão de apagar o fogo que em mim arde...
Perdoa-me, Senhora! ... Eu sei que morro...
            É tarde!  É muito tarde!... 
E
Corre nas veias negras desse mármore  
Não sei que sangue vil de messalina,  
A cova, num bocejo indiferente,  
Abre ao primeiro a boca libertina
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Há momentos no mundo em que todas as forças de uma nação se conjugam...  

A lacuna a ser corretamente preenchida pela expressão grifada acima está em:
A
Vários poetas, conquanto tenham morrido muito jo- vens, deixaram vasta obra, ...... atesta sua genia- lidade e precocidade.
B
Versos há, na obra de poetas românticos, ...... se encontram ideais caros à juventude, tais como o amor e a liberdade.
C
Alguns temas ...... se dedicaram diferentes poetas, em qualquer época e em qualquer lugar, abrangem sentimentos de caráter universal.
D
Há magníficos versos, testemunhas ...... poetas de todas as idades são capazes de alcançar grande força expressiva.
E
Castro Alves, embora tenha morrido muito jovem, foi o poeta ...... se atribui o título de um dos maiores autores brasileiros.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
O segmento que, no contexto do 2o parágrafo, expressa noção de consequência é:
A
E deixou o ar mais puro, a sua lembrança imortal.
B
Já viste da beira do cais o vento noroeste se despenhar sobre a cidade e o mar...
C
Mas, mesmo depois que o noroeste passa e volta a calmaria...
D
Tinha a força do vento noroeste, o seu ímpeto, a sua violência.
E
É rápido, inquietante, belo, quase irreal.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
É a sua voz, negra, é a voz do cais inteiro e da cidade lá atrás também. (4o parágrafo)

Da afirmativa transcrita acima decorre a seguinte inferência:
A
A população mais pobre de uma cidade, que vive em zonas degradadas como a do cais, dificilmente tem voz para defender seus direitos.
B
Em toda a Bahia, poucos se fazem ouvir, até mesmo aqueles mais aquinhoados pela sorte, que vivem melhor nas cidades.
C
É verdadeiramente livre a cidade em que os anseios da camada mais rica se equivalem aos dos mais necessitados.
D
Os negros, os oprimidos, os carentes de proteção falam nos poemas de Castro Alves, cujos versos primam pela defesa da liberdade.
E
Todas as pessoas, pobres ou não, ouvem os versos de Castro Alves, que falam dos oprimidos e, tam- bém, das atribulações da vida citadina.
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
Considerando-se o desenvolvimento do texto, está correto o que se afirma em:
A
Jorge Amado, num discurso de caráter didático, busca transmitir a uma amiga leitora suas próprias convicções sobre a atuação de jovens − que podem ser encontrados nas ruas de qualquer cidade, no quarto de qualquer casa − que participam da luta em defesa de seus ideais.
B
Jorge Amado, numa fala de caráter bastante pessoal, uma "canção sentida", como se lê de início, se posiciona a respeito de Castro Alves, impetuoso defensor de seus ideais humanitários, procedimento peculiar da juventude, que pode ser observado em todo lugar.
C
Tomando como exemplo a vida de Castro Alves, Jorge Amado se detém na necessidade de se reco- nhecer, ainda hoje, a importância do belo espetáculo de juventude oferecido até mesmo pelos moleques de rua, tema que já havia abordado anteriormente.
D
Em um extenso monólogo, Jorge Amado busca entender as razões que hoje e sempre impulsionaram e impulsionam a juventude − com o exemplo de Castro Alves, que começou muito moço e muito moço terminou −, a eternizar seus ideais em palavras impetuosas ou de amor.
E
Segundo Jorge Amado, a defesa da liberdade que, embora surja dos desejos do povo, das necessidades do povo, foi, à época de Castro Alves, um ideal que durou um instante na medida do tempo, tal como um forte vento que tudo destrói à sua passagem. 
Texto Associado Texto Associado
Imagem Associada da Questão
As leis humanas são falíveis, os homens desrespeitam as leis humanas e destituem as leis humanas do sentido de uma profunda equidade que deveria reger as leis humanas.

Evitam-se as viciosas repetições do período acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem dada, por:
A
desrespeitam a elas  −  destituem-nas  −  deveria reger-lhes
B
desrespeitam-lhes  −  as destituem  −  deveria regê-las
C
desrespeitam-nas  −  lhes destituem  −  lhes deveria reger
D
lhes desrespeitam  −  destituem-lhes  −  deveria regê-las
E
desrespeitam-nas  −  destituem-nas  −  as deveria reger
Página 142 de 150