Questões

Total de Questões Encontradas: 1.496

Texto Associado Texto Associado
Sobre uma nova espécie de droga, as smart drugs, a chamada
para um texto de jornal diz o seguinte:
“Drogas apelidadas de smart drugs por supostamente
aumentarem a inteligência ganham cada vez mais adeptos,
apesar de pesquisas desmentirem seus efeitos”.
A substituição de um conectivo que está corretamente realizada é:
A
“por supostamente aumentarem” / já que supostamente aumentassem;
B
“por supostamente aumentarem” / visto que supostamente aumentavam;
C
“apesar de pesquisas desmentirem” / embora pesquisas desmentissem;
D
“apesar de pesquisas desmentirem” / ainda que pesquisas desmintam;
E
“apesar de pesquisas desmentirem” / mesmo que pesquisas desmentem.
Texto Associado Texto Associado
Numa entrevista com a pesquisadora Moira Weigel, ocorre o seguinte diálogo:
- Qual a definição de politicamente correto?
- Para mim, politicamente correto é um sinônimo de educação.
Essa é minha definição. Para outras pessoas, críticas do conceito,
politicamente correto quer dizer algo ruim, uma espécie de
censura que impede que as pessoas falem livremente sobre
todos os assuntos”.
A frase abaixo em que a afirmação feita está de acordo com a definição dada pela entrevistada é:
A
“o politicamente correto veio colocar racismo onde não havia”;
B
“o politicamente correto pretende melhorar o convívio”;
C
“o politicamente correto acaba com a liberdade de expressão”;
D
“o politicamente correto acaba com o preconceito”;
E
“o politicamente correto valoriza as minorias”.
Texto Associado Texto Associado
Texto 6
Um texto de divulgação de um novo romance diz o seguinte:
 
“Um homem acorda gravemente ferido no meio de um lixão. Ao
que parece, tentaram matá-lo, mas ele não se recorda dos fatos
que o levaram até ali. Muito menos de seu passado recente. Seria
dado como desaparecido, se houvesse alguém para sentir sua
falta. Essa dolorosa ausência imperceptível é a brecha para dar
vazão à sua revolta com o mundo contemporâneo e começar
uma nova vida. Entre seus planos: executar criminosos intocados
pela Justiça e escrever um best-seller. Mas uma paixão
verdadeira e arrebatadora coloca tudo em xeque”.

(Época, 14/01/2019, p. 37)
A opção abaixo que mostra uma substituição semântica corretamente realizada, a partir de segmentos do texto 6, é:
A
“passado recente” / passado ainda não esquecido;
B
“ausência imperceptível” / ausência desapercebida;
C
“mundo contemporâneo” / mundo em evolução;
D
“nova vida” / vida recente;
E
“criminosos intocados” / criminosos não punidos.
Texto Associado Texto Associado
Texto 6
Um texto de divulgação de um novo romance diz o seguinte:
 
“Um homem acorda gravemente ferido no meio de um lixão. Ao
que parece, tentaram matá-lo, mas ele não se recorda dos fatos
que o levaram até ali. Muito menos de seu passado recente. Seria
dado como desaparecido, se houvesse alguém para sentir sua
falta. Essa dolorosa ausência imperceptível é a brecha para dar
vazão à sua revolta com o mundo contemporâneo e começar
uma nova vida. Entre seus planos: executar criminosos intocados
pela Justiça e escrever um best-seller. Mas uma paixão
verdadeira e arrebatadora coloca tudo em xeque”.

(Época, 14/01/2019, p. 37)
Muitos segmentos do texto 6 podem ser reescritos sem modificação de seu sentido ou alteração na correção;

a frase em que ocorre modificação ou erro é:
A
“Um homem acorda gravemente ferido no meio de um lixão” / Um homem acorda ferido gravemente no meio de um lixão;
B
“Um homem acorda gravemente ferido no meio de um lixão” / Um homem acorda, no meio de um lixão, gravemente ferido;
C
“Mas uma paixão verdadeira e arrebatadora coloca tudo em xeque” / Mas uma paixão arrebatadora e verdadeira coloca tudo em xeque;
D
“mas ele não se recorda dos fatos que o levaram até ali” / mas dos fatos que o levaram até ali ele não se recorda;
E
“Seria dado como desaparecido, se houvesse alguém para sentir sua falta” / Se houvesse alguém para sentir sua falta, seria dado como desaparecido.
Texto Associado Texto Associado
No início de um comentário na revista Época, 14/01/2019, o
jornalista Helio Gurovitz diz:
“Nenhum presidente de empresa privada acumula tanto poder,
controla tantos destinos, atrai tanta inveja. Nenhum outro posto
da administração pública sofre tanta pressão, recebe tanto
escrutínio, é alvo de tantos ataques. Nenhum emprego tem,
simultaneamente, tamanha força e fragilidade. É o pior emprego
do mundo”. Assim o cargo do ministro Paulo Guedes é definido
pelo jornalista Thomas Traumann em O pior emprego do mundo,
lançado no meio da campanha eleitoral do ano passado.
O texto segue uma estrutura de suspense construída da seguinte forma:
A
cita inicialmente características para depois mencionar o objeto caracterizado;
B
utiliza primeiramente aspectos gerais para depois concretizálos;
C
mostra aspectos contraditórios para depois esclarecê-los;
D
qualifica determinado cargo para depois justificar as qualificações;
E
constrói uma sequência de frases para depois resumi-las numa só afirmativa.
Texto Associado Texto Associado
Na divulgação do livro “Os Meninos da Caverna”, aparece o
seguinte texto:
“Os Meninos da Caverna vai muito além do resgate espetacular,
mergulhando na origem dos Javalis Selvagens [nome do time de
futebol] e visitando o contexto político, social e religioso do país.
Traz, ainda, os cenários do Sudeste Asiático e destrincha por que
o time se tornou um dos símbolos de solidariedade mundial, em
uma história capaz de desviar as atenções de uma Copa do
Mundo”.
Entre as qualidades apontadas no texto acima, só NÃO aparece citado o seguinte valor:
A
aspectos históricos;
B
descrições paisagísticas;
C
interpretação de alguns fatos;
D
ausência de intervenção do divulgador;
E
narrativa de ação.
Texto Associado Texto Associado
Uma editora acaba de lançar o livro “Os Meninos da Caverna”,
que conta a dramática história do resgate de um time de futebol
juvenil que ficou dezoito dias preso em uma caverna na Tailândia.
A capa do livro traz o seguinte texto:
“O passeio de um sábado à tarde que durou dezoito dias
preocupou o mundo e mobilizou mil pessoas em um resgate
quase impossível na Tailândia”.
O problema estrutural desse pequeno texto da capa é:
A
a má seleção vocabular do termo “passeio”;
B
a possível ambiguidade do termo “na Tailândia”;
C
a inclusão de exageros evidentes para atrair o leitor;
D
a presença de várias formas verbais com o mesmo sujeito;
E
a ausência de vírgula após “mil pessoas”.
Texto Associado Texto Associado
A revista Época de 14/01/2019 fez uma reportagem sobre o
presidente americano Donald Trump e redigiu a chamada para a
leitura do texto do seguinte modo:
“O presidente americano vai à TV defender a construção do muro
entre os EUA e o México e prolonga o que está próximo de ser a
mais extensa paralisação do governo na história”.
Sobre a estruturação gramatical desse texto, é correto afirmar que:
A
em lugar de “vai à TV” deveria estar “vai na TV”;
B
antes do infinitivo “defender” poderia ser colocado o conectivo “para que”, sem alteração das demais palavras do texto;
C
em “a construção do muro” e “paralisação do governo”, o emprego da preposição “de” é exigido por termo anterior;
D
após a palavra “México” deveria haver uma vírgula;
E
o vocábulo “paralisação” deveria estar grafado “paralização”.
Texto Associado Texto Associado

Texto 5
A Prefeitura de Salvador faz divulgação de seu Festival da Virada
em conhecidas revistas. O texto da publicidade diz o seguinte:
Festa que vira atração de 460 mil turistas,
Que vira 98% de ocupação hoteleira,
Que vira milhares de empregos,
Que vira 500 milhões de reais na economia.
Que virada!
Obrigado, Salvador!
Os benefícios citados no texto publicitário (texto 5) se inserem
nos espaços:
A
econômico e social;
B
social e histórico;
C
histórico e político;
D
político e ideológico;
E
ideológico e econômico.
Texto Associado Texto Associado

Texto 5
A Prefeitura de Salvador faz divulgação de seu Festival da Virada
em conhecidas revistas. O texto da publicidade diz o seguinte:
Festa que vira atração de 460 mil turistas,
Que vira 98% de ocupação hoteleira,
Que vira milhares de empregos,
Que vira 500 milhões de reais na economia.
Que virada!
Obrigado, Salvador!
A estruturação do texto 5 só NÃO compreende:
A
paralelismo sintático entre as frases;
B
jogo de palavras virar/virada;
C
quantificação dos benefícios do festival;
D
ambiguidade do substantivo “virada”;
E
atribuição de voz à população de Salvador.
Página 14 de 150