Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT - 13ª REGIÃO (PB) Prova: Técnico do Judiciário - Tecnologia da Informação
Java Persistence API (JPA) é uma API padrão da linguagem Java para persistência de dados em bancos de dados relacionais.
Em uma aplicação que utiliza JPA
A
pode ser utilizada, como provedor de persistência, as bibliotecas EclipseLink, Hibernate, OracleTopLink, JBossSeam e JDBCProvider.
B
as classes de entidade do banco de dados permitem o mapeamento entre objetos da classe e tabelas do banco de dados, utilizando anotações como @Table, @Entity, @PrimaryKey, @Column, @Constraint, @Foreignkey e @EJB.
C
todas as operações realizadas nas tabelas do banco de dados, como inserção de dados, alteração, consultas e exclusão, são realizadas sem o uso de instruções SQL, ou seja, o desenvolvedor não precisa conhecer SQL para programar.
D
as configurações de acesso a banco de dados normalmente ficam no arquivo persistence.xml, ligado à aplicação, de forma que se for alterado o servidor de banco de dados não seja necessário alterar o código-fonte Java da aplicação.
E
as relações existentes entre as tabelas do banco de dados não são refletidas nas classes de entidade criadas na aplicação, o que torna a execução mais rápida. O mapeamento de relações é feito em tempo de execução pelas bibliotecas do provedor de persistência.