Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT - 13ª REGIÃO (PB) Prova: Analista Judiciário - Tecnologia da Informação
Observe as seguintes considerações do modelo de maturidade do processo Cobit 4.1, Definir um Plano Estratégico de TI:

I. O planejamento estratégico de TI é uma prática padrão cujas exceções são detectadas pela Direção. É uma função da Direção com nível sênior de responsabilidade. A Direção é capaz de monitorar o processo de planejamento estratégico de TI, tomar decisões baseadas nesse processo e medir sua efetividade. Os planejamentos de TI, de curto e longo prazos, são cascateados de cima para baixo na organização, com atualizações quando necessário. A estratégia de TI e a estratégia global da organização estão se tornando gradativamente mais coordenadas por abordar processos de negócio, capacidades de valor agregado e alavancar o uso de aplicativos e tecnologias na reengenharia dos processos de negócios. Há um processo bem definido para determinar o uso dos recursos internos e externos no desenvolvimento de sistema e operações.

II. O planejamento estratégico de TI é compartilhado com a Direção do Negócio conforme a necessidade. A atualização dos planos de TI acontece em resposta aos pedidos da Direção. As decisões estratégicas são tomadas projeto a projeto, sem consistência com uma estratégia corporativa. Os riscos e benefícios do usuário nas principais decisões estratégicas são determinados de forma intuitiva.

As considerações I e II referem-se, respectivamente, aos níveis
A
Gerenciado e Mensurável - Inicial/ Ad hoc
B
Otimizado - Processo Definido
C
Gerenciado e Mensurável - Repetível, porém Intuitivo
D
Processo Definido - Inicial/ Ad hoc
E
Inicial/Ad hoc - Inexistente