NÃO se trata de uma atividade de melhoria da confiabilidade das operações: 
A
Eliminar, no projeto, os pontos de falha potenciais na operação. 
B
Construir operações com recursos críticos redundantes. 
C
Determinar o grau em que a operação está pronta para funcionar.  
D
Tornar as atividades da operação à prova de falhas. 
E
Manter adequadamente as instalações físicas da operação.