Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: MPE-CE Prova: Analista Ministerial - Ciências da Computação
O CobiT fornece boas práticas através de um modelo de domínios e processos. Além disso,  
A
é atualizado a cada 2 anos e harmonizado com todos os outros padrões e guias. Assim, o CobiT tornou-se o único modelo capaz de integrar as boas práticas de TI e as metodologias de governança de TI como PMBoK e ITIL.
B
o foco em processos do CobiT 4.1 é ilustrado por um modelo de processos de TI subdivididos em 34 domínios e 4 processos em linha com as áreas responsáveis por planejar, construir, executar e monitorar, provendo assim uma visão total da área de TI.
C
a orientação por maturidade é o principal tema do CobiT, pois foi desenvolvido somente para ser utilizado por executivos e donos de empresas, já que fornece um guia de rígidos controles para que a empresa atinja o nível máximo de maturidade.
D
é um modelo e uma ferramenta de suporte que permitem aos gerentes suprir as deficiências com respeito aos requisitos de controle, questões técnicas e riscos de negócios. O CobiT habilita o desenvolvimento de políticas claras e boas práticas para controles de TI em toda a empresa.
E
as boas práticas do CobiT representam o consenso de especialistas e são fortemente focadas mais na execução e menos nos controles. Essas práticas ajudam a diminuir os investimentos em TI, provendo punições quando os serviços de TI saem errados.