Ano: 2012 Banca: FUNRIO Órgão: MPOG Prova: Analista - Tecnologia da Informação
Texto Associado Texto Associado
As questões 01 a 04 tomarão por base o seguinte texto:

Uma negociação bem-sucedida se concretiza quando duas partes com interesses distintos cedem um pouco em favor da conquista de um objetivo comum maior. Sob essa ótica, democratas e republicanos não têm muito a comemorar no acordo da semana passada que tentou pôr em ordem as contas do governo. É verdade que o presidente eleito Barack Obama conseguiu afastar o risco imediato do “abismo fiscal” cavado por anos a fio de gastos acima das receitas. Os dois lados conseguiram evitar que aumentos abrangentes de impostos entrassem em vigor imediatamente, o que poria em perigo a retomada ainda titubeante da economia americana. Obama e a oposição concordaram em não punir mais a classe média, por enquanto. O imposto de renda será reajustado apenas para o 1% mais rico da população.

(Revista Veja, edição 2.303, ano 46, nº 4, 09 de janeiro de 2013.) 
Qual o papel textual da expressão “por enquanto” no trecho que informa que “Obama e a oposição concordaram em não punir mais a classe média, por enquanto”? 
A
Evitar que o advérbio MAIS fosse entendido como um intensificador do verbo PUNIR.
B
Evitar que o advérbio MAIS fosse entendido como um indicador temporal do verbo PUNIR.
C
Enfatizar a ideia de intensificação do advérbio MAIS em relação ao verbo CONCORDAR.
D
Enfatizar a ideia de identificação temporal do advérbio MAIS em relação ao verbo CONCORDAR.
E
Reforçar a ideia de intensificação temporal do advérbio MAIS em relação aos verbos PUNIR e CONCORDAR.