Ano: 2019 Banca: IADES Órgão: BRB Prova: Analista - Tecnologia da Informação
Texto Associado Texto Associado
Um banco possui um modelo de dados com três tabelas: CLIENTE, AGENCIA e CONTA, as quais foram criadas em SQL seguindo os comandos a seguir:

CREATE TABLE CLIENTE (
    nome VARCHAR(20),
    sobrenome VARCHAR(40),
    cep CHAR(8),
    cpf CHAR(11) primary key,
    estado CHAR(2)
);
CREATE TABLE AGENCIA (
    numero CHAR(4) PRIMARY KEY,
    dac CHAR(1),
    cep CHAR(8),
    estado CHAR(2)
);
CREATE TABLE CONTA (
    numero CHAR(4),
    dac CHAR(1),
    cliente_cpf CHAR(11) not NULL,
    agencia CHAR(11) not NULL,
    saldo DECIMAL(12,2),
    FOREIGN KEY(cliente_cpf) references CLIENTE(cpf),
    CONSTRAINT comb_unic_cc_a UNIQUE(numero, agencia),
    CONSTRAINT comb_unic_cl_a UNIQUE(agencia, cliente_cpf)
);

Os dados dessas tabelas são:
Imagem Associada da Questão
Considere que um analista tenha incluído na tabela um novo dado com o seguinte comando:

INSERT INTO CONTA VALUES("1234", "5",
"19878191010", "1243", 2000,00);
Esse comando, porém, tem gerado um erro que, em ambiente DB2, está relacionado a um SQLSTATE e a um SQLCODE. Assinale a alternativa que indica esse erro, assim como o SQLCODE e o SQLSTATE.
A
SQLSTATE: 22037, SQLCODE: -16407, chaves não únicas dentro de um objeto JSON.
B
SQLSTATE: 23505, SQLCODE: -803, uma violação da restrição imposta a um índice único ou a uma restrição única.
C
SQLSTATE: 01520, SQLCODE: +331, o valor null foi colocado, pois os caracteres não puderam ser convertidos.
D
SQLSTATE: 23515, SQLCODE: -603, o índice único não pode ser criado ou a restrição única não pode ser adicionada, pois a tabela possui valores duplicados da chave especificada.
E
SQLSTATE: 01006, SQLCODE: +569, o privilégio não foi revogado.