Ano: 2017 Banca: FEPESE Órgão: CIASC Prova: Analista - Analista de Informática e Suporte
Texto Associado Texto Associado
Texto 2 Formação profissional e responsabilidade social Em geral, nas várias perspectivas relativas [……] formação profissional daqueles que atuam, direta ou indiretamente, nas áreas científico-tecnológicas, observamos visões de mundo que se pautam em pelo menos três atitudes: niilista – reduz toda e qualquer compreensão [……] nada; há uma descrença absoluta em relação [……] todo e qualquer posicionamento, quer seja ortodoxo, quer seja crítico; positivada – submete-se [……] uma lógica antimetafísica e antiteológica, preconizando que o conhecimento científico válido é aquele resultante unicamente de fatos e dados da experiência físico-matemática. Ignora os aspectos subjetivos, sócio-históricos e político-ideológicos e os seus efeitos na produção científico-tecnológica; crítico-propositiva – submete-se [……] lógica da existência. Entende que a opção político-econômica define os projetos para o desenvolvimento humano e tecnológico e, a partir dessa submissão e entendimento, busca compreender a relação entre ciência, tecnologia e sociedade. Seus projetos vislumbram ações voltadas para o bem comum. A atitude crítico-prospectiva “é um movimento que combina o desejo de mudanças profundas em nossa prática econômica e social com mudanças em nossa abordagem psíquica e espiritual da vida. Em sua forma mais geral, sua meta é a ativação do indivíduo, a restauração do controle do homem sobre o sistema social, a humanização da tecnologia.” (Fromm, s/d, p. 17). Um crítico-propositivista, antes de tudo, é um realista esperançoso; é uma pessoa que lê a realidade cotidiana, os movimentos da sociedade e as suas relações entre o homem, a ciência e a tecnologia. Acreditamos em responsabilidade social que seja vinculada ao cotidiano das ações corriqueiras de cada indivíduo. Ninguém nasce responsável, assim como ninguém nasce com identidade formada. Os seres humanos se tornam quem são pelas relações e vínculos estabelecidos entre eles e os outros. Não acreditamos em responsabilidade social panfletária, pontual e promotora em algum nível de atos que potencializam a segregação entre os seres humanos. Por outro lado, acreditamos, sim, numa responsabilidade social constitutiva de uma prática imersa em valores éticos e morais, ou seja, capaz de favorecer a cada um – na dialética da relação eu-outros – a realização de sua vida como uma obra de arte. Dizendo de outra maneira, é aquela prática em que o ser humano está mergulhado na construção estética da sua própria existência indissociável de outras existências. 
BAZZO, W. A.; PEREIRA, L. T. V.; BAZZO, J. L. S. Conversando sobre educação tecnológica. 2. ed. Florianópolis: Ed. da Ufsc, 2016. p. 126-129. Adaptado.
Assinale a alternativa correta, considerando as afirmativas em relação ao texto 2.
A
Quanto ao sinal indicativo de crase, a grafia correta dos cinco vocábulos, na sequência das lacunas [……] no primeiro parágrafo, é: à • a • a • a • à.
B
A expressão “quer seja ortodoxo, quer seja crítico” (1o parágrafo) pode ser substituída por “ortodoxo e/ou crítico”, sem prejuízo de significado no texto.
C
Em “visões de mundo que se pautam” (1o  parágrafo) e “Os seres humanos se tornam” (3o  parágrafo), o pronome átono pode ser posposto ao verbo, nas duas ocorrências, sem ferir a norma culta da língua escrita.
D
Em “que atuam”, “que se pautam”, “que o conhecimento científico” e “que a opção político-econômica” (1o parágrafo), o vocábulo sublinhado funciona como conjunção integrante nas duas primeiras ocorrências e como pronome relativo nas duas últimas.
E
Em “ou seja, capaz de favorecer a cada um” (3o  parágrafo), a expressão sublinhada tem função retificadora, sendo usada para corrigir a informação precedente.